Imigração – Como passar sem problemas?

Mesmo depois de muitas viagens, muita gente ainda fica com aquele receio na hora de passar pela Imigração dos países. Para mim, isso tem a ver com duas coisas: Uma – realmente não é algo que o cidadão comum encare todo dia; Duas – a gente vê muita notícia de muito brasileiro barrado e deportado aparentemente sem justificativa, eu diria que raríssima a exceção em que a pessoa realmente não errou em nada.

Passaporte e os Vistos das Imigrações
Passaporte e os Vistos das Imigrações

Vai aqui algumas dicas de como passar pela imigração dos países sem problemas. De novo, da mais óbvia até a mais sutis…

1- Deixe toda documentação em mãos.

Separe em uma pasta ou compartimento separado na sua mochila de mão os ítens necessários para imigração:

  • Passaporte com visto
  • Passagens de ida e volta
  • Comprovante de estadia (carta convite, reserva de hotel/hostel etc.)
  • Se estudante, comprovante de matrícula
  • Comprovante de renda para se manter no local – algum dinheiro em espécie, extrato recente de cartão Pré-Pago, extrato de cartão de crédito com prova de limite etc.
  • Em alguns países mais chatos (EUA, Reino Unido etc.), é bom levar algum comprovante de vínculo com o Brasil, como por exemplo, carteira de trabalho, carta da empresa etc.

2 – Prepare-se para responder as peguntas básicas em inglês

  • Por que você veio a este país?
  • Quanto tempo pretende ficar?
  • Conhece pessoas aqui? Quem?
  • O que você faz no Brasil?
  • Por que decidiu visitar / estudar / morar neste país?
  • Como pretende se manter no país?

3 – Não tente demonstrar muuuita simpatia, e se for estudar línguas, não demonstre que você tem pró-eficiência na língua local

Os caras da imigração são pagos para desconfiar e pegar pessoas com comportamento suspeito. Então não tente ser muito amigo do oficial e responda as perguntas de maneira curta e objetiva.

Por exemplo, quando cheguei nos EUA, e falei que ia para um evento de negócios, ele me fez a pergunta e comecei a responder sobre o que era o evento. O objetivo dele não era testar meu conhecimento sobre o destino, mas testar se meu inglês era compatível com alguém que vai a uma feira de negócios.

Outro exemplo, se você vai para um intercâmbio para aprender línguas, não queira mostrar para o oficial que você já conhece a língua, se não você vai receber a pergunta: “Mas você já fala bom inglês, porque veio para cá para estudar?”. A pergunta faz sentido, e você pode argumentar “que quer aperfeiçoar e nada melhor que morar em um país da língua”. Vai caber ao bom senso dele continuar acreditando ou começar a desconfiar e encrencar com você! Então, seja objetivo:

  • Tem lugar para ficar? “Yes” e mostra o comprovante
  • O que fazia no Brazil? “I was an administrator. I worked in a Contact center company called XXX”
  • E assim por diante.

4 – Não vacile com ítens proibidos na bagagem de mão.

Itens perfurantes, cortantes, líquidos acima de 100ml, aerosóis etc. podem até por sorte passar no raio-x do aeroporto, mas para alguns destinos (ex. EUA), antes de embarcar no avião fazem uma revista na sua bagagem de mão. Você pode perder o item e até se complicar.

Enfim, como passar na imigração?

Viu só como é simples? Basta manter a calma e estar com tudo em ordem que você não terá problemas 🙂

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *