Intercâmbio em Família: Quanto custa? Como funciona?

Intercâmbio em Família é a opção perfeita para pais que quer passear com os filhos e aproveitar para turbinar o idioma, ou então estudar algum tema de negócio.

Ou então…

O intercâmbio em família também é excelente para aquele filho (menor de idade) que tem pais receosos de mandá-lo para sozinho para estudar no exterior, em um programa como High School ou de idioma mesmo.

As opções de destinos são bastante variadas. Existem destinos excelentes para curtir as férias na praia, nas montanhas, na cidade, na neve, em parques de diversã ou fazendo compras enquanto todos estudam!

Vamos nessa, curtir em família?

Vamos a todos detalhes:

Como funciona o Intercâmbio em Família?

A primeira coisa a saber sobre o Intercâmbio em Família é que todos os familiares estarão juntos, mas não estudarão juntos.

Isso quer dizer que cada membro da família pode ficar em uma sua sala de aula diferente.

O primeiro motivo para isso é que existem turmas diferentes para adultos e para crianças ou adolescentes.

O segundo motivo é que a mãe pode ter um nível de inglês melhor que o pai, por isso vai ficar em outra turma, após realizar o teste de nível.

Intercâmbio em Família - Foto Pexels
Intercâmbio em Família – Foto Pexels

Ah…. claro, vale dizer que há opções de outros tipos de curso, o nível de inglês foi só um exemplo, até porque a mãe pode querer um curso de negócios, enquanto o pai prefere um curso de fotografia.

Normalmente, todos os membro da família terão suas aulas ao mesmo tempo (ou seja, todos vão estudar pela manhã, mesmo que em salas separadas). Depois, na parte da tarde, podem haver atividades com a família toda e entre as famílias participantes do programa.

Por fim, podem haver algumas excursões, tanto como parte destas atividades vespertinas, como programas no fim de semana, como por exemplo ir ao parque, fazer um tour na cidade, esquiar, surfar etc.

Ah… Normalmente estes programas tem data marcada de início e coincidem com as férias de fim e começo do ano.

Os programas para família mais comuns são os de 4 semanas, mas é possível encontrar paotes de 2 a 8 semanas. Além disso, existem programas específicos em que os filhos estudam um semestre letivo, enquanto os país se dedicam a um curso de idioma ou vocacional.

Quais os principais destinos?

Intercâmbio em Família no Inverno - Foto Pexels
Intercâmbio em Família no Inverno – Foto Pexels

Existem programas no mundo inteiro, mas os países mais comuns são:

  • Canadá
  • Estados Unidos
  • Inglaterra
  • Nova Zelândia
  • Espanha
  • Argentina

Como funciona a acomodação?

Para mim, esta é uma das partes mais legais no intercâmbio em família! Dependendo do tipo de acomodação você pode passar um tempo “morando” no lugar.

Principalmente para famílias grandes (+3 ou 4 pessoas) vai valer a pena alugar uma casa ou um apartamento só para vocês. Ai é a combinação perfeita de acordar cedo em família para ir à escola e depois curtir as férias a tarde em conjunto!

Outra opção é ficar em casa de família (host family). Ou seja, todos morarem junto à uma família ou host local. Isso pode ser muito legal para ter a imersão cultural e algumas facilidades na hora de comer. Por outro lado, perde-se um pouco da liberdade, pois precisa atenders às “regras” da família local.

Por fim, a opção mais comoda, e eventualmente a mais cara, é ficar em hotel. Em alguns casos, dependendo do programa e da escola, existem também a opção de hoteis estudantis, dentro do próprio campus, para acomodar a família toda ou dividindo os pais e as crianças.

Quais as exigências e restrições do intercâmbio em família?

Não existem grandes restrições para este tipo de programa. Basicamente, é preciso atentar à alguns temas:

  • A idade mínima das crianças para Intercâmbio em Família é de 5 anos, quer dizer, na maioria dos casos o limite mínimo é de 7 anos de idade.
  • Visto no destino: dependendo do local, podem pedir comprovações de renda e de vínculo com o Brasil. Desta forma, um destino ou outro pode ser mais “fácil” ou adequado para você.
  • Família é considerado um adulto (pai ou mãe ou pãe 🙂 e uma criança, pelo menos. Pode ser pai e mãe e várias crianças…
  • Dependendo do programa e tipo de curso que pretendem fazer, pode ser exigido um nível mínimo do idioma, principalmente para adultos.

Como funciona o visto para a família?

Passaporte e carimbos de imigração

Bom, esta parte é mais complicadinha, pois depende muuuito do seu destino e da duração do intercâmbio.

De qualquer forma, para os EUA e o Canadá que são os principais destinos, o processo de visto é muito similar ao processo normal para estudantes.

Dependendo do curso, pode ser com o próprio visto de turismo/ negócios (custo de solicitação de US$ 160), ou então pode precisar pagar a taxa de estudos, que é mais US$ 220 por visto.

É possível fazer intercâmbio em família, por conta?

Sim, é possível, mas talvez você tenha dificuldades de encontrar opções para crianças menores de 12 anos.

Vamos ver algumas alternativas para intercâmbio em família de longa e curta duração.

Intercâmbio de longa duração

Por exemplo, você pode fazer um curso de inglês de 6 meses na Irlanda ou Nova Zelândia, ou então os Co-op no Canadá(vocacional), e bucar uma opção em paralelo para seu filho.

Aí vai depender de encontrar uma escola e programa que aceite crianças na idade do seu filho. Se for para ele fazer High School (idade de 14 a 18 anos) é moleza, é só uma questão de articular os vistos e as datas de início.

Estes exemplos que dei para o intercâmbio do adulto, dão a possilidade de trabalho enquanto estuda.

Intercâmbio de curta duração

Para cursos de 2 semanas, 1 mês, 2 meses ou até 3 meses a programação é um pouco mais fácil, apesar do problema da idade persistir. Ou seja, se você não for estudar na mesma escola que seu filho, a limitação de idade mínima tende a subir.

Aqui, a alternativa é você fazer um curso de curta duração, enquanto o seu filho faz outro, que pode ser um Summer Camp, uma excursão ou um curso de idiomas mesmo.

Em todos os casos de fazer um intercâmbio por conta, a grande questão é a logística. Se você estudar em um lugar e seu filho em outro, como vai ser para levar e buscar? O logística vai fazer vocês perderem tempo de descolamento que poderiam estar aproveitando de outra maneira.

Ou seja, tem que ver se realmente vale a pena fazer por conta ou em pacotes separados. O barato pode sair caro, por conta da complexidade, ainda mais se for uma família grande.

Quanto custa um intercâmbio em Família?

Intercâmbio em Família na Praia - Foto Pexels
Intercâmbio em Família na Praia – Foto Pexels

Como é de se imaginar, estimar o preço de um intercâmbio em família é muito complexo. Depende da duração, do local, da escola e da quantidade de membros na família.

Para facilitar a vida, eu vou considerar uma família de três pessoas: dois adultos e uma criança, ok?

Além disso, vou comprar um programa de 2 semanas ou de 4 semanas, que seriam as opções ideais para quem quer aproveitar as férias.

As referências de preços são para os destinos mais comuns: EUA, Canadá e Inglaterra.

Vamos lá, algumas referências de valores “mínimos” para intercâmbio em família:

  • Curso de inglês de 2 semanas para 3 pessoas ~R$ 8,000 ou curso de 4 semanas para 4 pessoas ~R$ 14,500 .
  • Passagem aérea: R$ 2500 é um bom preço, por pessoa. Pagar R$ 3500, dependendo da cidade de destino é algo comum.
  • Seguro Saúde: R$ 400 para 1 mês, ou R$ 200 para duas semanas.
  • Estadia: R$ 4000 para duas semanas, ou R$ 8000 para quatro. Ficando em hotel ou Airbnb.
  • Visto: R$ 690/ pessoa
Faça intercâmbio agora - Canada

Além destes gastos é preciso considerar os gastos do dia-a-dia da família. Para isso, considere US$ 50 /dia / pessoa.

Este valor é para suas refeições e opções de lazer que estarão incluídas nos pacotes. Vale dizer, que nestas cotações, o cursos considerados continham duas ou três atividades externas ou excursões por semana!

Por fim, ressalto que o valor da inclusão de mais um adulto no curso pode ser até metade do preço de um adulto.

Sendo assim, um bom valor de referência para um intercâmbio em família nos EUA, Canadá ou Inglaterra, para 3 pessoas:

  • 2 semanas – R$ 26,900 + R$ 9,000 para gastos do dia-a-dia
  • 4 semanas – R$ 37,500 + R$ 18,000 para os gastos do dia-a-dia.

Perguntas Frequentes sobre Intercâmbio em Família

Para um Intercâmbio em Família, deve haver pelo menos um 1 adulto e uma criança.

Veja tudo aqui: Intercâmbio em Família.

Uma referência de preço para um família de 3 pessoas, ficando 2 semanas é de R$ 26,900 pelo pacote + R$ 9,000 para gastos do dia-a-dia

Veja tudo aqui: Intercâmbio em Família

A idade pode variar dependendo do programa e escola, mas usualmente a idade mínima é de 5 anos.

Veja tudo aqui: Intercâmbio em Família

As principais são:

  • Alugar uma casa para toda Família
  • Todos ficarem juntos em uma Host Family
  • Todos ficarem em Hotel
  • Acomodação da escola

Veja tudo aqui: Intercâmbio em Família

  • Canadá
  • Estados Unidos
  • Inglaterra
  • Nova Zelândia
  • Espanha
  • Argentina

Veja tudo aqui: Intercâmbio em Família

Load More

Conclusão: Intercâmbio em Família, é uma boa?

É UMA ÓTIMA!

Se você é um pai / mãe querendo fazer intercâmbio e não sabia como. SEUS PROBLEMAS ACABARAM!

Se você é um filho que não sabia o que fazer para convencer os pais a pagarem pelo seu intercâmbio. SEUS PROBLEMAS ACABARAM!

Por pouco mais do que umas férias em família, é possível aprender e fazer uma imersão cultural espetacular no país de destino. É a oportunidade perfeita para vivenciar uma cultura estrangeira completa.

Pronto para aprender e se divertir em família? =o)

Preencha o formulário a abaixo e faça como mais 50 mil pessoas! Fale com várias agências parceiras do I&V e comece a planejar seu intercâmbio em família!

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *