Reabertura nos 7 principais países de intercâmbio: Quando posso embarcar?

Muitos que estavam às vésperas de fazer um intercâmbio acabaram tendo que postergar a viagem por conta da Pandemia de Coronavírus. Aos poucos, vemos notícias dos países fazendo sua reabertura econômica, mas quando vamos de fato haverá a retomada do intercâmbio e turismo?

A data ainda não é clara por uma série de motivos, mas vamos ver quais países de intercâmbio estão destinos mais próximos disso e porque.

Por fim, analisar o Brasil, porque não adianta os países abrirem se as portas estiverem fechadas para países ainda com muitos infectados.

Vamos nessa?

Reabertura Econômica e para Intercâmbio ou Turismo nos Países

#1 – Reabertura da Nova Zelândia

Primeira-ministra Jacinda Ardern sorri durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (8) — Foto Mark MitchellNew Zealand Herald via AP - Fonte G1
Primeira-ministra Jacinda Ardern sorri durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (8) — Foto Mark Mitchell New Zealand Herald via AP – Fonte G1

O país de intercâmbio mais próximo da abertura econômica é a Nova Zelândia. Após ter feito um dos controles mais eficientes do mundo da epidemia (talvez a mais eficiente), o país já começou a retomar as atividades normais, com exceção do controle de fronteiras.

Isso deve ser uma tendência em todos lugares, retomar a atividade econômica internamente e manter os controles de imigração, liberando aos poucos.

O último paciente isolado na Nova Zelândia teve alta esta semana. Agora é manter a higiene, controlar as fronteiras e seguir a vida. Provavelmente a Nova Zelândia será o primeiro a da reabertura do intercâmbio 🙂

Aliás, todas minhas reverências à Primeira-ministra Jacinda Ardern pela condução da crise.

Não há casos novos no país desde 23 de maio, apenas 45 dias após o pico da doença no país.

Reabertura Intercâmbio - Casos de Covid na Nova Zelândia
Reabertura Intercâmbio – Casos de Covid na Nova Zelândia

#2 – Retomada Econômica da Austrália

Na Austrália, uma país grande, o relaxamento e reabertura tem sido diferente em cada um dos estados. De qualquer forma, a Austrália teve também uma epidemia relativamente controlada dentro do país e já estão a todo vapor seguindo o plano de retomada das atividades.

Desde a semana passada, cafeterias e restaurantes já podem receber mais de 50 pessoas em vários estados. Algumas escolas começam a retomar as mesclando aulas presenciais e a distância. Ao mesmo tempo, o país está sendo duro no seu controle para a retomada, o que vem gerando pressão sociedade para uma abertura mais rápida.

O fato é que a epidemia está controlada na Austrália, com apenas 2 casos registrados ontem. Ao mesmo tempo o controle sanitário e migratório não pode relaxar para não causar uma segunda onda.

Reabertura Intercâmbio - Casos de Covid na Austrália
Reabertura Intercâmbio – Casos de Covid na Austrália

#3 – Irlanda

A Irlanda, além de ter divulgado seu plano de reabertura econômica recentemente, já fez revisões e antecipou várias das liberações.

Já estão permitidos no país, por exemplo:

  • Agrupamentos de 6 pessoas
  • Esportes ao ar livre com mais até 15 pessoas
  • Abertura gradual do comércio não essencial

Obviamente, ainda continuam várias recomendações e restrições como o uso de máscaras, o pedido de que quem puder continue trabalhando de casa e que, se possível, evitar o transporte público (que mesmo em horários de pico, dificilmente gera aglomeração por lá).

A Irlanda está um passinho atrás da Nova Zelândia, talvez junto à Austrália em termos de contenção do Coronavírus no país.

Em agosto e setembro recomeçarão as aulas de ensino primário e graduação, o plano para a retomada das aulas ainda não foi divulgado no detalhe. Minha aposta é que as definições para escolas para alunos internacionais tenham novidades após a abertura das escolas locais. Ou seja, após isso poderemos voltar a sonhar com um intercâmbio na Irlanda!

Por fim, a Irlanda já começa a notar redução nas pessoas dependendo do subsídio de desemprego temporário do governo. Sinal de que a economia recomeça a girar, mesmo que ainda devagar.

A Irlanda está próxima de zerar os casos novos de Covid-19, cerca de 50 dias após o seu pico.

Reabertura Intercâmbio - Casos de Covid na Irlanda
Reabertura Intercâmbio – Casos de Covid na Irlanda

#4 – Malta

O pequeno arquipélago agiu rápido quando os primeiros casos chegaram ao país. Visto ser uma ilha e ter uma população pequena, o fechamento das fronteiras foi “simples” e eficiente. Por outro lado, Malta tem quase 1/4 da sua economia dependente do turismo e intercâmbio.

Felizmente, com os esforços realizados, restaurantes, bares, cafés puderam abrir em maio, enquanto escolas e igrejas ficaram fechadas.

O país deve reabrir seu aeroporto novamente em 1 de junho, mas certamente ainda haverão muitas restrições e controles sanitários para a entrada no país.

#5 – Reino Unido

O Reino Unido, que é um dos principais destinos de intercâmbio, foi também um dos que mais vem sofrendo com o Coronavirus. Depois de negarem a importância da pandemia, se tornaram um dos países com maior número de infectados e mortos, tendo até seu primeiro ministro em apuros.

O preço disso foi o alto número de vítimas e uma crise mais “resistente” do que em outros países, o Reino Unido passou quase 1 mês oscilando entre 4 e 6 mil casos novos por dia, sendo que 6000 foi o pico deles. Enquanto Irlanda, Malta, Nova Zelândia e Austrália conseguiram quase zerar os casos novos entre 45 e 60 dias após o pico, a terra da rainha continua com mais de 1000 casos novos por dia, 30 dias após o último pico.

Outros países Europeus bastante afetados como Espanha e Itália já começam a reabertura de escolas primárias, enquanto o Reino Unido desiste da ideia.

A “ansiedade econômica” do país e a realidade do vírus vem sendo um briga complicada no país, estendendo a crise sanitária, o que deve retardar a volta do turismo e do intercâmbio no país.

Reabertura Intercâmbio - Casos de Covid no Reino Unido
Reabertura Intercâmbio – Casos de Covid no Reino Unido

#6 – Canadá

Assim como na Austrália, pelo tamanho do país, o Canadá tem planos por estado, que vão colocando seus planos de reabertura em ação. Ontário, estado que Toronto como sua capital, entrou na fase 2 do plano de reabertura e já permite:

  • Shoppings abertos, com praças de alimentação apenas para retirada ou para refeição em ambientes ao ar livre
  • Produções de TV
  • Casamentos e funerais com até 10 pessoas
  • Acesso a praias e campings
  • Recreação aquática em ambientes abertos
  • Alguns serviços de turismo, como guias a pé, bicicleta, ônibus, barco e visitas de degustação de bebidas

As fronteiras começaram a ser reabertas pelo menos para residentes e familiares, mas ainda com a demanda por quarentena de 14 dias para os que chegarem.

O pico de novos infectados no Canadá faz aproximadamente 1 mês e o número está caindo rápido. De qualquer forma, ainda é difícil ser otimista com a volta do turismo e da chegada de novos estudantes estrangeiros no país.

Reabertura Intercâmbio - Casos de Covid no Canadá
Reabertura Intercâmbio – Casos de Covid no Canadá

#7 – Estados Unidos

Outro país que resolveu ignorar o potencial destrutivo do vírus foi os EUA, o que fez com que ele se tornasse epicentro da pandemia por algumas semanas.

A grande complicação dos Estados Unidos no enfrentamento à Covid (além da demora na ação e a inócua culpabilização da OMS, China e outros) é o fato da grandeza do país. Enquanto as coisas melhoram em Nova Iorque, outros lugares pioram, fazendo com que a curva descendente de casos seja muito muito mais lenta que em outros lugares.

O pico nos EUA foi há 45 dias, com quase 40 mil casos em um dia, apesar dos esforços e do passar do tempo, ainda tem mais de 15 mil novos casos por dia, demonstrando que a redução “zero” vai demorar ainda alguns meses.

Reabertura Intercâmbio - Casos de Covid nos EUA
Reabertura Intercâmbio – Casos de Covid nos EUA

Ao mesmo tempo, todos estados dos EUA estão reabrindo suas economias, o que pode ser um tiro no pé para a contenção da crise sanitária. Talvez não haja um novo crescimento, porém certamente reduzirá a velocidade da diminuição de casos.

Para quem pensa em ir aos EUA para estudar ou passear deve precisar esperar um pouco mais que os demais.

A reabertura para os intercambistas e Turistas… e a posição do Brasil

Do ponto de vista dos países, vemos que os países da Oceania tem maior chance de reabrir completamente suas economias, inclusive para escolas internacionais. A austeridade que trataram a crise do coronavírus deu esta vantagem a eles. Não me surpreenderia termos reabertura (com restrições) para turistas e intercambistas até setembro.

Enquanto isso, as pequenas ilhas da Irlanda e Malta tiveram também relativo sucesso, talvez pelo tamanho, mas também por ter uma ação coordenada bem feita. Desta forma, eu esperaria uma reabertura conservadora das fronteiras no último trimestre.

Reino Unido, EUA e Canadá podem demorar um pouco mais visto ainda terem muitos casos e seria algo surpreendente ver o turismo reabrir ainda este ano, em especial nos EUA.

Ao mesmo tempo, não podemos olhar somente para os outros países, precisamos olhar para o Brasil.

Estamos em uma crescente dos casos de Coronavírus e nossos governantes não conseguem se conversar, nem mesmo ser transparentes no trato das informações.

Se estivermos agora no pico, podemos esperar 50 a 60 dias para que possamos considerar que a situação está “sob controle”.

Reabertura Intercâmbio - Casos de Covid no Brasil
Reabertura Intercâmbio – Casos de Covid no Brasil

Para concluir

Mesmo que alguns países como Nova Zelândia, Austrália e Irlanda abram suas portas para o mundo, eles podem (e devem) seletivamente fechar temporariamente para aqueles países que representarem um risco para a volta do Coronavírus. Hoje, um dos países que mais oferece este risco, é o Brasil.

Por fim, sugiro que mantenha o plano vivo e as contas em dia se possível. Pode demorar uns meses a mais ou menos, mas logo o mundão estará com a suas portas abertas par quem quer viajar, estudar ou trabalhar no exterior 🙂

Pronto para planejar seu intercâmbio? Preencha o formulário abaixo e fale com as melhores agências para planejar a viagem dos seus sonhos.

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *