Intercâmbio com trabalho voluntário: Como funciona e quanto custa?

O trabalho voluntário associado a estudar em outro país é um excelente opção para um intercâmbio ainda mais enriquecedor.

Intercâmbio voluntário, ou intercâmbio com trabalho voluntário, é uma alternativa cada vez mais comum e que pode ser mais barata que um intercâmbio tradicional. Fato é, que ao contrário do que muitos pensam, ele não não é gratuito. Por outro lado, é possível encontrar alternativas mais baratas que as tradicionais.

Quanto custa um intercâmbio com trabalho voluntário? Por que tem custo?

Primeiramente é importante pensar sobre uma lógica, que esclarece porque você precisa pagar por um intercâmbio de trabalho voluntário.

  • Se seu trabalho é considerado voluntário, logo, ele não gera nenhuma receita para você
  • Além de não gerar receita para você, os trabalhos voluntários não geram receita para o “empregador”, que normalmente é uma causa humanitária ou ONG
  • Ou seja, ao contrário do trabalho comum, ele gera apenas valor humano, não gera valor financeiro (que poderia servir para pagar suas despesas)
  • Por outro lado ainda, você estará hospedado em um lugar que tem custo, utilizando água, energia, comida, além de outras facilidades, mesmo que apenas as essenciais

Com isso explicado, fica claro que o intercâmbio de trabalho voluntário requer um pagamento, mesmo que ele não tenha um curso envolvido. Além disso, algumas ONGs pedem uma contribuição financeira, além do seu trabalho.

Em relação ao custo em si, pode variar muito, em função do programa que você escolher, da causa, do lugar e da duração. Outro fator importante, que já comentei também, é o fato de você querer fazer também um curso junto.

Quanto custa um intercâmbio
Quanto custa um intercâmbio

Vamos a alguns exemplos de quanto custa um intercâmbio de voluntariado:

África do Sul – 3 meses – Trabalho em orfanato

  • 3 meses na Cidade do Cabo
  • Traslados
  • Café da manhã e jantas
  • Acomodação
  • Ainda é necessário incluir custos para almoços e outras refeições
  • Não inclui passagem, seguro e outras taxas
  • Preço: US$ 5000 (ou ~R$ 16800)

África do Sul –  1 mês – Trabalho em Hospitais, Asilo ou casa de Pessoa com Necessidades Especiais

  • 1 mês na Cidade do Cabo
  • 4 semanas de curso, 20h aula por semana
  • Traslados
  • Acomodação
  • Nenhuma alimentação incluída
  • Não inclui passagem, seguro e outras taxas
  • Preço: US$ 2500 (ou ~R$ 8500)

Se compararmos estas opções com um curso de inglês tradicional na África do Sul, que na verdade estes custos são bastante comparáveis e você ainda tem a oportunidade de ajudar alguém que está precisando. 🙂

Saindo do destino tradicional, que é a África, tem outras opções

Perú – 3 meses – Escola infantil

  • 3 meses em Arequipa
  • Traslados
  • Acomodação
  • Nenhuma alimentação incluída
  • Não inclui passagem, seguro e outras taxas
  • Preço de referência: US$ 1650 (ou ~R$ 8500)
  • Você pode contratar um curso de Espanhol por fora do pacote.

Vietnã  – 3 meses – Suporte ao idoso

  • 3 meses em Ho Chi Minh
  • Traslados
  • Acomodação
  • Refeições incluidas
  • Não inclui passagem, seguro, visto e outras taxas
  • Preço de referência: US$ 3.000 (ou ~R$ 10.000)

O que está incluso neste tipo de pacote de intercâmbio?

Como mostrado nos exemplos de pacote, cada tipo de intercâmbio de voluntariado tem suas características. Usualmente, você já vai com a certeza de que vai trabalhar em um ou outro lugar. Acomodação,  traslados na chegada, orientação sobre a ONG e o programa de voluntario com um Kit é o básico. Em alguns casos estão incluídas uma ou mais refeições e normalmente existe a opção de fazer algum curso no local onde você vai fazer o intercâmbio.

Ou seja, é importante reforçar que nem sempre você vai fazer um curso. Existem programas específicos para isso e não será em qualquer lugar que você terá esta opção.

Lhama, Machu Picchu e Huyana Picchu simbolos peruanos em Aguas Calientes
Lhama, Machu Picchu e Huyana Picchu simbolos peruanos em Aguas Calientes

Posso estudar no durante o intercâmbio de voluntariado?

Nem sempre. Tem programas que são em lugares afastados em que você ficará integralmente dedicado ao programa de voluntariado tendo horários livres que não serão suficientes para estudar.

Em alguns casos um curso já está incluso nos custos do pacote, em outros você poderá contratá-lo por fora.

Quais são os destinos mais comuns?

África do Sul é o destino mais comum, seguido de outros países da África. Países pobres da Ásia e da América do Sul são também destinos bastante comuns.

Não dá para esquecer, que o próprio Brasil é um destino. Ou seja, se o seu foco é ajudar alguém, independente de um curso no exterior, ajudar alguém em algum lugar do Brasil poder ser uma opção barata e tão recompensadora quanto! 🙂

Quais tipos de intercâmbio voluntário existem?

Existem inúmeras opções de tipos de trabalho voluntário que você pode fazer no seu intercâmbio. A lista é extensa, mas você pode ter uma ideia aqui:

  • Cuidar de crianças em orfanato
  • Ajudar em hospitais comuns, de crianças, de idosos, de pessoas com necessidades especiais
  • Asilos
  • Ajudar comunidades locais (dando aulas, ajudando em reformas na infraestrutura local etc.)
  • Cuidar de animais
  • Incentivar o esporta em comunidades
  • Empoderamento Feminino
  • Cultivo e geração de alimentos para comunidades
  • Entre outras opções
Criançada se anima para tirar fotos na escola pública de Ho Chi Minh, Vietnã
Criançada se anima para tirar fotos na escola pública de Ho Chi Minh, Vietnã

Precisa de visto?

Em geral, as regras de visto não mudam por conta do trabalho voluntário. Por exemplo, para a África do Sul, ficando até 3 meses você não precisará de visto, assim como o Perú.

Alguns países tem visto específicos para trabalho voluntário, é necessário analisar cada situação. Sua agência de intercâmbio poderá te ajudar com isso! 🙂

Valores deste artigo são referências pesquisadas em mar/18, considerando cotação do dólar no mesmo período.

Pronto para organizar seu intercâmbio? Seja com trabalho voluntário ou não, preencha o formulário abaixo e fale com diversas agências de intercâmbio de uma só vez.

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *