Intercâmbio barato 2020: Opções mais em conta para estudar no exterior

Realizar o sonho do intercâmbio não precisa ser caro. Existem opções acessíveis, quase tão baratas quanto uma férias.

Aaaahhh, como é bom fazer algo legal, e ainda gastar pouco! Fazer um intercâmbio barato é possível, mas precisamos ajustar nossas expectativas sobre o que é barato. É um projeto que reque sim um investimento razoável…

O mais comum são intercâmbios de um mês em diante, mas para se ter uma ideia dos custos de cursos de inglês:

Abaixo veja todos os detalhes, considerando os CUSTOS TOTAIS!

Ah… antes de mais nada, para fazer uma referência, vamos falar primeiramente quanto custa uma viagem para o exterior, vai aqui algumas referências de viagens que já postei aqui:

O intercâmbio pode ser mais barato que uma viagem de férias! \o/

Agora, vamos ao que interessa?

[lyte id=”YYo3TV1q1a4″ /]

Intercâmbio de Inglês

Intercâmbio de idiomas é vendido por semana, então na prática, você poderia fazer um curso de 1 semana – ou duas, o que é um pouco mais comum. Mas esta é em geral uma opção relativamente cara, pois quanto mais semanas você compra, mais barato o custo por semana fica.

Pegando um exemplo na escola The English Studio Dublin, o custo por semana varia de R$ 600 / semana  se você comprar 1 a 4 semanas, até R$ 430/semana, se ficar 6 meses. É mais de 25% de desconto!

Adicionalmente, é preciso considerar os custos de passagem, hospedagem, visto e dos outros gastos no país.

Sem mais enrolação, vamos aos fatos…

O intercâmbio barato de 1 mês de curso de inglês

Bandinha gaelica em um Pub da Temple Bar em Dublin Irlanda
Bandinha gaelica em um Pub da Temple Bar em Dublin Irlanda

Considere que você poderá fazer um intercâmbio de um mês por R$ 15.000, incluindo tudo, passagem, curso, hospedagem etc.

Ou seja, comparando com as viagens de férias que eu fiz, o preço é quase o mesmo. Neste valor já está incluso: cursos, passagens, hospedagem, gastos no local.

Ainda que para estes cursos menores todos os principais destinos são bem comparáveis, porém Canadá e África do Sul ficam um pouco mais em conta. E Irlanda, EUA, Austrália e Nova Zelândia ficam um pouquinho mais caros que a média de R$ 17 a 18 mil.

Mas enfim, como disse, todos destinos tem valores comparáveis para cursos de inglês de 1 mês. Então se você prefere um lugar como Inglaterra, Escócia ou Malta, é uma questão de pesquisar e estar disposto para eventualmente gastar R$500, R$ 1000, R$ 2000 a mais. =o)

[lyte id=”xIcRVwZV3Is” /]

O intercâmbio barato de 3 meses de curso de inglês

Para ficar 3 meses, uma boa referência de valor para um intercâmbio barato é de R$ 29 a 40 mil! Novamente, incluindo TUDO.

Não só a Irlanda, como também a África do Sul, acabam sendo das opções mais em conta, podendo gastar até menos de R$ 29.000.

Ao mesmo tempo, fazendo um uma comparação simples, veja que o preço o intercâmbio de 3 meses é o dobro do preço do intercâmbio de 1 mês, mas você vai ficar o TRIPLO!

Por fim, meu comentário é que para quem quer fazer cursos de 3 meses, eu sugiro fazer logo 6 meses ou 1 ano. Isso porque no fim das contas, para ficar 3 meses vocês vai precisar largar o emprego, vender o carro etc. Então, já que está desapegando, aproveite para tirar um sabático!

O intercâmbio barato de 6 meses de curso de inglês

Agora as coisas começam a ficar estranhamente boas… Um intercâmbio de 6 meses é quase o mesmo preço que um de 3 meses!

Oi?

É isso…

Isso tem um motivo simples: normalmente em um intercâmbio de 6 meses você vai contratar a estadia somente para 2 ou 4 semanas. Além disso, tem a questão que comentei anteriormente, quanto mais você compra, mais barato fica o preço por semana.

Para ir direto ao ponto, a opção mais barata neste caso, é de longe a Irlanda. Com R$ 31.500 (entre custos do curso, visto, passagem e comprovações financeiras etc.) é de lavada o intercâmbio para 6 meses, com ainda dois benefícios:

  1. Pode trabalhar
  2. Tem direito a 2 meses de férias – ou seja, um intercâmbio de 6 meses, vira de 8 meses!
Faça intercâmbio agora - Irlanda

Na sequência, as opções mais baratas são Canadá e Malta, com valores aproximados de R$ 40 mil. As outras opções como Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia etc., o valor fica acima de R$ 50 mil e os EUA muito acima disso.

Vale destacar novamente, que para cursos de 6 meses, Austrália e Nova Zelândia dão permissão para trabalhar e também dão direito a 1 mês de férias.

Intercâmbio Estudo e Trabalho

Jovem trabalhando em restaurante - Fonte Pexels
Jovem trabalhando em restaurante – Fonte Pexels

Muita gente espera poder trabalhar enquanto estuda no exterior, até por considerar esta uma opção para possivelmente emigrar para o novo país.

E é mesmo…

Trabalhar te abre portas para estender sua estadia no país, conhecer pessoas, estudar cursos específicos e quem sabe estabelecer residência.

Outro motivo comum, é que trabalhando você poderá “financiar” o investimento que  fez no intercâmbio. Este caminho é o mais comum e o mais certo, pois fatalmente você vai conseguir trabalhar ao menos para pagar suas contas.

Cursos tradicionais de inglês

Para quem está pensando em trabalhar no intercâmbio de inglês, as opções se resumem aos três países que já falamos: Irlanda, Austrália e Nova Zelândia.

A opção mais barata, como disse antes, é o intercâmbio de 6 meses na Irlanda, a por aproximadamente de R$ 31,5 mil (já com comprovações financeiras também).

Finalmente, é importante dizer que normalmente a renda que se faz trabalhando, em qualquer um dos 3 países, é suficiente para se manter e passear por lá. Porém, foi-se o tempo em que as pessoas iam e voltavam com dinheiro para comprar carros ou dar entrada em casas.

É possível?

É possível…

É fácil e comum? Não, não é.

Cursos vocacionais e trabalho

Além dos países que dão opção para trabalhar no curso de inglês, alguns países dão direito a trabalhar em cursos vocacionais: Inglaterra e Canadá. O ponto de atenção aqui é que não são todos os cursos vocacionais que dão direito.

Vista panorâmica de Toronto, Canada - Fonte Pexels
Vista panorâmica de Toronto, Canada – Fonte Pexels

Por exemplo, o prazo mínimo tem que ser de 6 meses e nível avançado de inglês. Ou seja, podem existir também qualificações e certificações específicas que precisam ser atendidas. Por isso não adianta procurar por um intercâmbio barato neste caso, ele precisa cumprir certas regras.

No Canadá, que é dos mais baratos, um investimento mínimo para um curso vocacional de 6 meses, com direito a trabalhar é de R$ 60 mil. Novamente, com todos gastos inclusos. Já na Austrália, um curso de 6 meses fica por voltar de R$ 65 mil, e as regras de trabalho e estudo são iguais ao de inglês.

Cursos de Espanhol

Para não dizer que não falei de flores, segue algumas referências de custos para intercâmbio de Espanhol

Nestes valores estão incluídos custos de curso, passagem, seguro, comprovação financeira. Ou seja, tudo que você precisa para estudar no país 🙂

Outras opções Interessantes

Além dos cursos de idiomas, existem outras duas opções bastante interessantes para quem tem menos de 30 anos.

A primeira, é o Work And Travel nos EUA, que foca em universitários que já tem algum conhecimento (intermediário) no inglês. São programas de 3 a 4 meses apenas de Trabalho e Lazer, que tem custo aproximado de R$ 18,000 e que você ainda consegue levantar uma grana no país.

A segunda, é o programa Au Pair, que tem em vários países e que dá a opção de trabalhar e estudar, além de vivenciar de perto a cultura local em programa de 6 a 12 meses. O programa custa a partir de R$ 12,5 mil.

Uma novidade interessante e acessível em tempos de pandemia: Intercâmbio Virtual

Outra opção que vem ganhando espaço é o Intercâmbio Virtual.

Como é?

Pois é, um intercâmbio digital, à distância.

Intercâmbio Virtual - Aula Experimental Gratis com a Mussa Intercâmbio
Intercâmbio Virtual – Aula Experimental Gratis com a Mussa Intercâmbio

Basicamente é um intercâmbio em que você tem aulas com professores nativos, colegas do mundo inteiro e um curso intensivo e super prático. As aulas são diárias, com por volta de 3 horas, de segunda a sexta-feira.

Outra parte legal, é o preço, que acaba ficando bem mais barato que um intercâmbio convencional, pois o seu único custo é o curso, que vale de R$ 2,000 a R$ 5,000, para um curso intensivo de um mês. Um curso como este corresponde a um ano de estudos em escolas de inglês brasileiras. Ou seja, além de mais barata, é uma forma de você acelerar seu aprendizado do idioma.

Ah, o Intercâmbio Virtual também é uma boa opção para quem vai fazer o intercâmbio presencial em breve, mas prefere dar um “melhorada” no inglês antes do embarque 🙂

Perguntas Frequentes – FAQ

Intercâmbio, ou intercâmbio cultural é a oportunidade de estudar, trabalhar e/ou vivenciar um experiência em outra cultura, usualmente em outro país.

Inicialmente, intercâmbio significava que uma pessoa iria visitar a cultura da outra, enquanto a outra vinha conhecer a cultura da primeira.

Atualmente, os programas de intercâmbio são unilaterais e independem da troca.

Para mim, intercambio é isso é muito mais. Veja tudo aqui https://intercambioeviagem.com.br//o-que-e-intercambio-estudar-fora/

O valor de um intercâmbio varia em função do destino, tipo de intercâmbio/curso e duração. O valor mais baixo que você vai conseguir para um intercâmbio é de R$ 5000 a R$ 7000.

Aqui tem alguns exemplos de preço de intercâmbio:

Obs: os custos a apresentados incluem: curso, passagem, vistos, hospedagem e gastos no destino ou comprovação financeira. Simule destinos de inglês aqui ou de espanhol aqui.

Os lugares mais baratos para fazer intercâmbio depende do tipo de curso. Usualmente, as opções de destino mais baratas são:

  • Intercâmbio de inglês – Canadá e África do Sul
  • Intercâmbio de trabalho e estudo de inglês – Irlanda, curso de 6 meses
  • Intercâmbio de trabalho para jovens – Work & Travel ou Au Pair nos EUA ou Canadá
  • Intercâmbio de trabalho e curso vocacional – Canadá

O melhor destino para aprender inglês depende muito do desejo do intercambista e da sua adaptação à questões culturais, climáticas e de opções de lazer.

Fora isso, o sotaque é um tema bastante relevante para acelerar o aprendizado. Neste sentido, Estados Unidos, Canadá e Reino Unido são um pouco melhores, pois já estamos mais “habituados” a este sotaque.

Finalmente, lugares com menos brasileiros são melhores, pois você tenderá a falar mais inglês com outros estrangeiros e locais.

No seu primeiro dia de aula, ou antes do embarque, você fará um teste de nível de inglês. Isso definirá qual turma você vai entrar (básico 1, básico 2, intermediário, avançado).

As turmas começam mensalmente ou semanalmente. Quando você chegar no destino, você entrará em uma turma que já está em andamento. Ou seja, por exemplo, talvez você entre em uma turma que está no capítulo 5 do livro de inglês.

Aí você vai ficar com a turma até o fim do livro e depois até o capítulo 4, quando fará teste de nível novamente, para avançar para o próximo nível.

Não é mandatório, mas será muito útil, principalmente você não tem domínio do idioma de destino.

A velocidade que você aprende inglês depende principalmente do seu esforço, mas também da sua apitidão.

É possível ganhar um nível excelente de compreensão fazendo um intercâmbio de 1 mês, desde que você vivencie completamente o idioma.

Para ter fluência, alguém saindo do zero, 6 meses de intercâmbio é o mais indicado.

Load More

Sentiu falta de algum tipo de intercâmbio que gostaria de ver as referências de valores? Deixe seu comentário que vamos completar este artigo com mais opções!

Obs: referências de valores com base em pesquisa, câmbio e regras de Abr/2020.

Aproveite também e veja comparativos completos entre diversos países, como Irlanda X Inglaterra, Austrália X Nova Zelândia e muito mais! Entenda também porque o os EUA normalmente não é a melhor opção para seu intercâmbio!

Pronto para fechar seu intercâmbio?Faça como mais de 50 mil pessoas, preencha o formulário abaixo,fale com diversas agências de intercâmbio de uma só vez e compare opções!

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

4 thoughts on “Intercâmbio barato 2020: Opções mais em conta para estudar no exterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *