Guia I&V: Tudo Sobre Intercâmbio!

Guia I&V do Intercâmbio - Tudo Sobre Estudar no Exterior

Pronto! Você chegou ao lugar em que vai poder aprender TUDO SOBRE INTERCÂMBIO!

O Guia I&V de Intercâmbio vai te ajudar com todos os temas necessários para ajudar você a estudar no exterior.

Além de conteúdo sobre estudar no exterior, temos simuladores para fazer a rota para seu intercâmbio ainda mais fácil.

Preparado para o embarque? 🙂

Menu: Guia do Intercâmbio

  1. O que é intercâmbio?
  2. Por que fazer intercâmbio?
  3. Os desafios para se fazer um intercâmbio!
  4. Quando fazer seu intercâmbio?
  5. Quais os principais tipos e destinos de intercâmbio?
  6. Quanto custa um intercâmbio?
  7. Intercâmbio Grátis, isso existe?
  8. Como ganhar dinheiro no intercâmbio
  9. Os 7 passos planejar seu intercâmbio
  10. FAQ
  11. O seu próximo passo é este!

1 – O que é Intercâmbio?

Intercâmbio é a oportunidade de ter uma troca de experiências com novas culturas através de estudo, trabalho e outras atividades.

É uma oportunidade de vivenciar, de maneira profunda, a realidade daquele local, daquela comunidade.

O Intercâmbio cultural incialmente pressupunha uma troca, ou seja, uma pessoa vai para algum lugar e a outra pessoa. Com o tempo, isso evoluiu e o intercâmbio não exige mais esta prática.

Atualmente, intercâmbio é relacionado principalmente à estudar e trabalhar em outros países.

Mais sobre O que é intercâmbio aqui!

1.1 Quem pode fazer intercâmbio?

Usando como referência um estudo da BELTA, o I&V estima em cerca de 500 mil intercâmbios foram realizados no ano de 2019!

Antigamente, o intercâmbio era visto como algo para adolescente. Entretanto, pelos estudos do I&V, hoje mais de 80% dos estudantes internacionais brasileiros são maiores de idade!

Intercambista - Foto Pexels

Aproximadamente 5% deles tem mais de 45 anos de idade, sendo que a maioria são mulheres.

Ou seja, como podem ver, não existe restrição: quem quer fazer um intercâmbio, pode fazer… Basta querer 🙂

2 – Por que fazer um intercâmbio?

Viajar muda muda vidas, e o intercâmbio principalmente!

Cada um sabe o seu objetivo com o intercâmbio, mas o nosso Guia do Intercâmbio traz os principais motivos porque você deveria pensar em uma experiência no exterior o mais rápido possível 🙂

  • Novas perspectivas: conhecer um lugar que tem outras raízes nos faz olhar o mundo por novos ângulos, melhorando nossa capacidade de empatia e de análise
  • Aprender um idioma: mais de 80% das pessoas que vão estudar no exterior, vão lá para aprender um idioma. A imersão com certeza é a forma mais eficaz de chegar à fluência!
  • Outros tipos de curso: existem diversas opções de curso no exterior, vocacionais e de ensino superior. Alguns deles com bolsa e acesso a trabalho!
  • Dar um “up” na carreira: quando voltei do intercâmbio na Irlanda, tive aumento de +40% no meu salário. Seja pelo idioma, seja pela experiência, o mercado de trabalho valoriza a experiência no exterior
  • Novos sabores e novas paisagens: Comer, beber e alegrar os olhos, enquanto aprende muito!
  • Ajudar o próximo: dependendo do programa que você escolher, poderá fazer atividades voluntárias ajudando quem mais precisa
  • Ganhar dinheiro: já foi mais fácil, mas ainda tem gente que consegue fazer o intercâmbio (de Trabalho e Estudo) e juntar uma grana para viajar ou para pagar o próprio intercâmbio!
  • Emigrar: estudar no exterior é uma ótima forma de conhecer a cultura local, se adaptar e, quem sabe, encontrar um emprego na área e tudo mais. Conheço vários que seguiram este caminho, tudo legalmente!

Além disso tudo, vai fazer novos amigos (brasileiros e gringos) e ganhar um novo nível de auto confiança e intependência!

Para finalizar, veja porque estudar em cada um dos principais destinos de intercâmbio

África do Sul | Austrália | Canadá | EUA Irlanda | Inglaterra/Reino Unido | Nova Zelândia | Malta | Portugal

3 – Os desafios de fazer um intercâmbio!

Menina Intercambista Pensando em Estudar no Exterior - Foto Pexels
Menina Intercambista Pensando em Estudar no Exterior – Foto Pexels

Estudar no exterior ainda é algo que pouca gente fez e tem acesso no Brasil.

Este, por si só é um desafio… Porém, ainda tem outros

O primeiro e mais importante deles é a falta de apoio!

Estudar no exterior é um projeto de vida, que exige dedicação de tempo, dinheiro e energia. Conheci muitas pessoas que estavam super animadas para este projeto, mas desanimaram por conta de:

  • Parentes e amigos questionando se era o momento certo
  • Parentes e amigos dizendo que era um investimento muito alto
  • Dizendo que ia perder oportunidades de trabalho
  • Dizendo, dizendo, dizendo…

E fazendo nada, além de murchar o seu sonho.

O intercâmbio é um projeto de longo prazo, então é seu desafio ter disciplina para ter sucesso!

Apesar de parecer ser o principal desafio, o dinheiro é apenas o segundo obstáculo.

Explico: se você tiver apoio e disciplina, pode ser que demore, mas você conseguirá juntar dinheiro para seu intercâmbio.

Talvez não no prazo que você queira, talvez em outro destino e talvez mais curto… Mas vai fazer!

É possível fazer intercâmbio na América do Sul a partir de R$ 5000 ou na Europa ou América do Norte por R$ 8000.

Pouco dinheiro?

De forma alguma, mas é possível para muita muita gente!!!

Tenha foco, disciplina e planejamento financeiro, que vocâ realizará seu sonho!

Mais sobre os 7 desafios para se fazer um intercâmbio!

Quando fazer seu intercâmbio?

Intercambista na frente do mar

Agora!

Sim, agora…

Não dá?

Então o mais rápido possível!

Sem terrorismo, mas a verdade é uma só:

Em 12 anos convivendo com intercâmbio e intercambistas, vi mais gente desistindo do que realizando o sonho. Pelos mais diversos motivos:

  • Engravidei
  • Comecei a namorar
  • Vou fazer uma viagem no lugar (falta de foco no sonho / objetivo)
  • Mudei de emprego
  • Meu cachorro ta doente
  • Meu pai ta doente
  • Minha unha encravou

Tudo isso pode acontecer, e vai acontecer se você não priorizar.

Para dar o meu exemplo pessoal, eu comecei a namorar antes de fazer o intercâmbio, mas a decisão já estava tomada: eu iria, a não ser que fosse por um problema grave de doença!

Como falamos no capítulo anterior (Desafios para fazer intercâmbio), muito pouca gente vai ter dinheiro para fazer o intercâmbio AGORA!

Porém, DEFINIR UMA DATA e se PLANEJAR FINANCEIRAMENTE, são o primeiro passo para você fazer seu intercâmbio!

Pondere a data de embarque…

Quando for escolher a data de embarque, considere:

  • Busque a melhor data com custo benefício. Por exemplo, durante o verão (jul a set) a demanda nos paises do hemisfério norte aumenta, o que faz subir custo de passagem, hospedagem e tudo mais.
  • Fique atento às temporadas de calor e frio, no caso se intercâmbios de curta duração. Em programas longos, você vai passar duas ou todas estações, aí o impacto é menor 🙂
  • Em caso de cursos vocacionais, graduação, high school e alguns outros, fique atento às datas de início e o prazo para emissão do visto.
  • O seu momento de carreira – quando fui, preferi esperar alguns meses para completar 1 ano de carteira assinada e depois parti. Talvez você vá receber um bônus ou algo do tipo. Ou então, percebeu que um curso ou um idioma são imprescindíveis para o “próximo passo”

Veja aqui mais detalhes do que considerar para a data de embarque.

5 – Principais Tipos e Destinos de Intercâmbio

Um passo importante para saber tudo sobre intercâmbio, é conhecer os tipos de programa que existem.

Além disso, nem todos intercâmbios são para todo mundo. Existem programas específicos para idades distintas, níveis de conhecimento de idioma e assim por diante.

Vamos à lista principais tipos de intercâmbio?

5.1 – Tipos de Programa de Intercâmbio

Para facilitar criar um resumo dos tipos de programa nosso Guia de Intercâmbio.

Aqui, você tem todos os detalhes cada tipo de intercâmbio.

Sentiu falta de algum tipo de intercâmbio? Deixe um comentário que a gente adiciona aqui 🙂

5.2 – Escolher o destino do seu intercâmbio

Passaporte e os Vistos das Imigrações

Agora que você já sabe qual tipo de intercâmbio é perfeito para você, chegou a hora de escolher o seu destino.

Para escolher o destino do seu programa considere:

  • Clima – há quem goste de frio, quem não goste, quem não suporta e quem fica depressivo. Eu adorei passar frio 12 meses na Irlanda. E você, gostaria ou não…. ou não se importaria?
  • Custo – Os destinos tem custos bastante diferentes. Para o mesmo tipo de programa, pode ser 50% mais caro ou mais. Se o seu orçamento for apertado, pode fazer muita diferença ir para o Canadá ou para a Austrália!
  • Tipo de turismo que você quer fazer – Quer conhecer a história da humanidade? Talvez a Europa seja um destino melhor… Quer surfar? Que tal a Austrália? É importante saber que tipo de turismo deseja e escolher o que mais se adeque ao seu gosto!
  • Vai precisar trabalhar para se manter no local? – Logo, é melhor procurar um lugar com acesso a trabalho como Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Dubai ou Malta.
  • Qualidade de ensino no seu ramo de atuação (caso não seja curso de idioma)
  • Possibilidade de imigração (se este for seu plano)

A recomendação do Guia I&V de Intercâmbio é você dar um peso de 0 a 10 para cada ponto acima, e depois das uma nota para cada país. O calculo será um ranking dos destinos mais indicados para você!

Para quem vai fazer um intercâmbio de inglês, já preparamos este simulador que já dá as 5 melhores opções de destino.

Simulador de Destino de Intercâmbio de Inglês

Basta assinalar as suas preferências abaixo e o simulador faz o resto do trabalho para você!

5.3 – Extra! Extra! Os destinos mais procurados

Em um estudo recente do Intercâmbio & Viagem, descobrimos os destinos mais procurados pelos intercambistas.

Abaixo está a lista dos destinos que os estudantes mais querem 🙂

  1. Canadá
  2. Irlanda
  3. Estados Unidos (EUA)
  4. Austrália
  5. Reino Unido / Inglaterra
  6. Nova Zelândia
  7. Malta
  8. África do Sul
  9. Portugal
  10. Argentina
  11. Espanha
  12. Chile
  13. França
  14. Alemanha
  15. Outros

Por fim, aqui tem os Top 5 tipos de intercâmbio e os seus principais destinos!

6 – Quanto custa um intercâmbio?

Quanto custa um intercâmbio

Existem intercâmbios para todos os bolsos e gostos!

Já falamos dos principais tipos de intercâmbio e seus destinos, chegou a hora de falar de quanto custa estuda no exterior, se não o Guia do Intercâmbio não estaria completo!

A primeira coisa para entender, é a lista de “coisas” que você precisa pagar quando decide fazer um intercâmbio.

Um orçamento completo de intercâmbio deveria conter os seguintes tópicos:

  1. Curso / Programa e material didático
  2. Acomodação / hospedagem
  3. Passagem
  4. Seguro Viagem
  5. Vistos e taxa de emissão
  6. Traslados para e do aeroporto
  7. Cursos e materiais pré-embarque
  8. Taxa administrativa da agência
  9. Câmbio – moeda que vai levar para o seu destino

Além de outros opcionais:

  1. Cursos de outros idiomas ou outras – um segundo idioma, além do contratado
  2. Atividades extra classe – aulas de conversão, aulas de teatro etc.
  3. Tours pela cidade/país
  4. Assessoria para criação de currículo e encontrar emprego
  5. Chip de celular
  6. Kits da escola e da agência — camisetas, caneta, caderno, caneca, mochila etc.
  7. Cursos vocacionais orientados ao emprego – de atendente, garçom, faxineiro, lavador de pratos, recepcionista etc.

Agora que você já sabe o que precisa comprar para estudar no exterior, vamos ao custos!

Quanto custa um intercâmbio de Inglês?

Aqui no Intercâmbio & Viagem, temos toda informação de custos de intercâmbio de inglês, para praticamente todos destinos.

Para falicitar ainda mais, fizemos este simulador de orçamento, que te permite analisar as diverentes opções rapidamente.

Na após o simulador, temos a lista temos os destinos e durações para você analisar o detalhe, confira!

Abaixo, a comprovação financeira necessária para cada país, para seus gastos no dia-a-dia.

Valores de Referência 2020 – Comprovação Financeira para Intercâmbio
Valores de Referência 2020 – Comprovação Financeira para Intercâmbio

Programas de 1 mês

África do Sul | Austrália | Canadá | EUA Irlanda | Inglaterra/Reino Unido | Nova Zelândia | Malta 

Programas de 3 meses

frica do Sul | Austrália | Canadá | EUA Irlanda | Inglaterra/Reino Unido | Nova Zelândia | Malta 

Programas de 6 a 12 meses meses

Austrália | Canadá | Irlanda | Inglaterra/Reino Unido | Nova Zelândia  | EUA (1 ano) 

Quanto custa um intercâmbio de Espanhol?

Quer estudar espanhol?

Fizemos também um simulador para ajudar quem quer estudar espanhol.

Quanto custa outros tipos de programa?

Os programas de intercâmbio para estudar inglês e espanhol ainda são mais de 80% da demanda. Porém, não podíamos deixar de trazer referências para outros tipos de intercâmbio

  • Au Pair – 12 meses, se fizer tudo na opção mais barata: R$ 11,200 + 2,400 dólares (aprox. R$ 10,300)
  • Work & Travel USA (programa de férias de 3 ou 4 meses para universitários) – Um bom valor de referência é R$ 14,700 + R$ 8,600 de reserva financeira, em dólares.
  • Co-op no Canadá (intercâmbio de trabalho e estudo vocacional) – Preço de referência é de R$ 29,800 + R$ 23,600 de comprovação de renda, para cursos de 6 meses. Existem opções até 24 meses!
  • High School (ensino médio para adolescente de 14 a 18 anos) – para 6 meses de High School, Se fizer tudo na opção mais barata: R$ 32,400 + 2,800 dólares (aprox. R$ 12,000). É possível fazer um ano letivo completo por R$ 66 mil (tudo!)
  • Summer Camp de duas semanas: ~ R$ 13,200 (programa teen, passagem etc.)+ R$ 2,600 de reserva financeira.
  • Intercâmbio em Família: Um bom valor de referência para 3 pessoas, durante 2 semanas é de R$ 26,900 para o programa + R$ 9,000 para gastos do dia-a-dia

7 – Intercâmbio Grátis, isso existe?

Muita gente quer estudar fora, mas tem a ideia de fazer o curso gratuitamente.

Existem algumas opções, principalmente para alguns tipos de intercâmbio.

Aqui, algumas opções de “intercâmbio gratuito“.

  • AIESEC é uma organização com a missão de “formar novos líderes globais”. Eles trem programas supostamente gratuitos, em que você paga parte dos custos e as vezes uma “taxa administrativa”. O foco da AIESEC é jovens de 18 a 30 anos.
  • Ciência sem Fronteiras – o programa do governo dá opção de fazer cursos fora do Brasil e às vezes com bolsa para você pagar os custos no exterior, principalmente para Mestrado e Doutorado. O desafio, neste caso, é conseguir a nota e atender aos critérios do programa.
  • Universidades Gratuitas na Europa – Algumas universidades na Europa são gratuitas ou quase gratuitas, em que você paga uma anuidade ou semestralidade de menos de 500 euros. Neste caso, você precisa ser admitido pela universidade e precisará arcar com todos os outros custos.
  • Intercâmbio Voluntário – Muitos falam de fazer trabalho voluntário no exterior como uma forma de intercâmbio gratuito. Entretanto, usualmente você precisa pagar uma taxa de suporte, que vai bancar os seus custos no local. Pode ser mais barato e você até “ganhar” o curso, mas você terá que arcar com outros custos.
  • Cursos de inglês gratuito para estrangeiros residentes nos EUA – Como o nome disse, é para residentes fixos ou temporários no país. É uma forma de dar acesso ao idioma residentes que possivelmente não falam o idioma ainda. Tem brasileiro que de fato é residente e faz o curso gratuito. Alguns, por ter família morando nos EUA, consegue também se matricular. Porém, apenas o curso é gratuito, todo resto depende de você.
  • Promoções e concursos de agências ou em feiras de intercâmbio, são sempre uma esperança para intercambistas. As promoções são reais e de fato dão o curso gratuito. Porém, a maioria das vezes não inclui passagem, gastos no local etc.

Para ver bolsas para estudar no exterior, esta é a melhor fonte disponível.

A minha conclusão sobre Intercâmbio Gratuito…

A primeira coisa a dizer é intercâmbio 100% grátis, é algo muito muito muito incomum. Para mim, a alternativa mais próxima disso são as opções de Ensino Superior no exterior que dão bolsa auxílio para os estudantes.

Fora isso, é possível ter o curso gratuito de uma forma ou de outra, mas buscando caminhos alternativos ou que dependem de sorte (como as promoções das feiras de intercâmbio).

Para encerrar, eu diria… Das duas, escolha uma:

  • Estude MUITO para conseguir uma bolsa ou para entrar em um curso muito barato em uma faculdade boa na Europa, OU
  • Planeje-se e guarde dinheiro para poder realizar o seu sonho

Se o intercâmbio é seu sonho, não o entregue à sorte. Entregue ele para a dedicação e o planejamento!

8 – Como ganhar dinheiro no Intercâmbio?

Como já apresentado aqui no Guia do Intercâmbio, existem alguns tipos de programas que já dão direito a trabalhar enquanto estuda e vamos falar sobre cada um deles.

Além disso, vou passar algumas formas alternativas de ganhar dinheiro enquanto estuda no exterior! 🙂

8.1 – Intercâmbio com Acesso a Trabalho

Perfil de intercâmbista

Existem alguns programas e alguns destinos que dão acesso a trabalho enquanto estuda.

Estas são as opções mais comuns entre os intercambistas que querem trabalhar:

  • IrlandaIntercâmbio de Inglês de 6 meses, dá direito a trabalhar enquanto estuda, assim como cursos de ensino superior.
  • Austrália e Nova Zelândia – Cursos de inglês acima de 14 semanas dão direito a trabalhar. O mesmo acontece com cursos vocacionais e de graduação.
  • Canadá – Cursos Vocacionais ou de Ensino Superior de no minimo 6 meses permitem que o estudante trabalhe no intercâmbio
  • Malta – Para quem for ficar 6 meses estudando inglês é possível solicitar acesso à trabalho legal.
  • Dubai – Para cursos de inglês acima de 3 meses, você pode trabalhar nos Emirados Árabes
  • Work & Travel – um programa de trabalho de 3 ou 4 meses para universitários até 30 anos. O intercambista tem direito a trabalhar em tempo integral neste período. O destino mais comum é o Estados Unidos.
  • Au Pair – trabalhar cuidando de crianças. É um programa que existe em diversos países em que meninas convivem com famílias, sendo remuneradas e eventualmente ganhando bolsa para estudos.

8.2 – Formas alternativas de ganhar dinheiro no intercâmbio

Talvez você não vá fazer nenhum dos intercâmbios que citei, ou talvez queira fazer uma grana extra. Aqui vão algumas opções para ganhar dinheiro no intercâmbio:

  • Trabalhar para algum aplicativo digital como o Amazon Mechanical Turkey – Você trabalha remotamente em serviços de baixa complexidade e é remunerado por isso
  • Trabalhar remoto na sua área de atuação, como free lancer – talvez você seja desenvolvedor, designer, relações públicas ou algo do tipo que pode trabalhar remotamente. Além de usar sua rede de conexões para conseguir ser free lancer, plataformas como o Workana ou Upwork tem várias oportunidades de trabalho remoto e temporário
  • Ser autônomo – Fazer comidinhas, docinhos típicos brasileiros para outros brasileiros e gringos. Na verdade, pode ser qualquer outro tipo de talento que você tenha como artesanato, cortar cabelo, fazer unhas etc.
  • Escrever para um Blog ou gerar conteúdo para canais de Youtube e Insta – Sites como o Intercâmbio & Viagem e agências de intercâmbio sempre precisam de ajuda para gerar conteúdo quente e relevante sobre o seu destino. Faz todo sentido contratar um intercambista para isso 🙂
  • Bloggar, Vloggar, ser Instagramer – Se você já tem um público ou acha que leva jeito, ter o seu próprio canal / página pode ser um caminho. É claro que este caminho é mais árduo e depende do seu empreendedorismo. Além do que, pode demorar um pouco mais para dar retorno.

9 – Planejando seu intercâmbio

Planejar um intercâmbio, não é uma tarefa tão simples, até porque mais de 70% das pessoas que vão estudar no exterior, nunca viajaram para fora antes!

Além da quantidade de detalhes, já vimos aqui que o custo total representa um investimento relevante.

Por isso, agora que você já aprendeu um pouco mais sobre cada sub-tema do intercâmbio, vamos conduzi-lo ao passo-a-passo para realizar este sonho de estudar, trabalhar e viver no exterior 🙂

9.1 Os 7 passos para planejar seu intercâmbio

Intercâmbio & Viagem - Infográfico - 7 passos para planejar um intercâmbio
Intercâmbio & Viagem – Infográfico – 7 passos para planejar um intercâmbio

O passo-a-passo detalhado deste infográfico, você encontra no nosso artigo “Como planejar um intercâmbio em 7 passos fáceis“.

10 – FAQ

Intercâmbio, ou intercâmbio cultural é a oportunidade de estudar, trabalhar e/ou vivenciar um experiência em outra cultura, usualmente em outro país.

Inicialmente, intercâmbio significava que uma pessoa iria visitar a cultura da outra, enquanto a outra vinha conhecer a cultura da primeira.

Atualmente, os programas de intercâmbio são unilaterais e independem da troca.

Para mim, intercambio é isso é muito mais. Veja tudo aqui https://intercambioeviagem.com.br//o-que-e-intercambio-estudar-fora/

O valor de um intercâmbio varia em função do destino, tipo de intercâmbio/curso e duração. O valor mais baixo que você vai conseguir para um intercâmbio é de R$ 5000 a R$ 7000.

Aqui tem alguns exemplos de preço de intercâmbio:

Obs: os custos a apresentados incluem: curso, passagem, vistos, hospedagem e gastos no destino ou comprovação financeira. Simule destinos de inglês aqui ou de espanhol aqui.

Os lugares mais baratos para fazer intercâmbio depende do tipo de curso. Usualmente, as opções de destino mais baratas são:

  • Intercâmbio de inglês – Canadá e África do Sul
  • Intercâmbio de trabalho e estudo de inglês – Irlanda, curso de 6 meses
  • Intercâmbio de trabalho para jovens – Work & Travel ou Au Pair nos EUA ou Canadá
  • Intercâmbio de trabalho e curso vocacional – Canadá

O melhor destino para aprender inglês depende muito do desejo do intercambista e da sua adaptação à questões culturais, climáticas e de opções de lazer.

Fora isso, o sotaque é um tema bastante relevante para acelerar o aprendizado. Neste sentido, Estados Unidos, Canadá e Reino Unido são um pouco melhores, pois já estamos mais “habituados” a este sotaque.

Finalmente, lugares com menos brasileiros são melhores, pois você tenderá a falar mais inglês com outros estrangeiros e locais.

No seu primeiro dia de aula, ou antes do embarque, você fará um teste de nível de inglês. Isso definirá qual turma você vai entrar (básico 1, básico 2, intermediário, avançado).

As turmas começam mensalmente ou semanalmente. Quando você chegar no destino, você entrará em uma turma que já está em andamento. Ou seja, por exemplo, talvez você entre em uma turma que está no capítulo 5 do livro de inglês.

Aí você vai ficar com a turma até o fim do livro e depois até o capítulo 4, quando fará teste de nível novamente, para avançar para o próximo nível.

  • Canadá
  • Estados Unidos
  • Inglaterra
  • Nova Zelândia
  • Espanha
  • Argentina

Veja tudo aqui: Intercâmbio em Família

  1. Estados Unidos (EUA)
  2. Canadá
  3. Reino Unido / Inglaterra
  4. Portugal
  5. Irlanda
  6. Austrália
  7. Nova Zelândia
  8. Espanha
  9. Malta
  10. África do Sul
  1. Irlanda (Inglês + Trabalho)
  2. Canadá (Curso Vocacional + Trabalho)
  3. Estados Unidos (EUA) – (Work & Travel e Au Pair)
  4. Austrália (Inglês + Trabalho)
  5. Reino Unido / Inglaterra
  6. Nova Zelândia (Inglês + Trabalho)
  7. Malta (Inglês + Trabalho)
  1. Canadá
  2. Estados Unidos (EUA)
  3. Irlanda
  4. Reino Unido / Inglaterra
  5. Malta
  6. Austrália
  7. Nova Zelândia
  8. África do Sul
  1. Portugal
  2. Canadá
  3. Estados Unidos (EUA)
  4. Irlanda
  5. Reino Unido / Inglaterra
  6. Austrália
  7. Nova Zelândia
  8. Espanha
  9. Argentina
  10. Malta
  1. Argentina
  2. Espanha
  3. Chile
  1. Canadá
  2. Irlanda
  3. Estados Unidos (EUA)
  4. Austrália
  5. Reino Unido / Inglaterra
  6. Nova Zelândia
  7. Malta
  8. África do Sul
  9. Portugal
  10. Argentina
  11. Espanha
  12. Chile
  13. França
  14. Alemanha
  1. Inglês + Trabalho
  2. Inglês
  3. Graduação / Especialização / Técnico
  4. Espanhol
  5. High School (Ensino Médio)
  6. Programas de Férias
  7. Au Pair
  8. Outros Idiomas
  9. Outros Tipos de Intercâmbio
  1. Curso
  2. Acomodação
  3. Seguro
  4. Visto e outras taxas
  5. Passagem aérea
  6. Traslados na partida e na chegada
  7. Cursos complementares e documentos pré-viagem
  8. Taxa administrativa da agência
  9. Câmbio / Reserva Financeira para o intercâmbio
  10. Outros cursos ou serviços extras
  11. Entre outros, como: Atividades extra classe, Tours pela cidade, apoio na busca de emprego, chip de celular, material escolar etc.

Veja o detalhe de cada um deles aqui.

É possível fazer intercâmbio a partir de R$ 5,000, aproximadamente, considerando cursos de espanhol na américa do sul, curso de duas semanas.

Para intercâmbio de inglês, considere um investimento geral mínimo de R$ 8,000 para cursos de 2 semanas no Canadá ou África do Sul que são os destinos mais baratos.

Veja mais opções de intercâmbio barato aqui.

Não é mandatório, mas será muito útil, principalmente você não tem domínio do idioma de destino.

Veja mais tipos de intercâmbio aqui.

A velocidade que você aprende inglês depende principalmente do seu esforço, mas também da sua apitidão.

É possível ganhar um nível excelente de compreensão fazendo um intercâmbio de 1 mês, desde que você vivencie completamente o idioma.

Para ter fluência, alguém saindo do zero, 6 meses de intercâmbio é o mais indicado.

Load More

11 – O seu próximo passo!

Se você chegou até aqui, é porque está realmente interessado em intercâmbio. Além disso, já leu um mooonte de coisa (quase tudo sobre intercâmbio), pensou muito e agora chegou a hora de AGIR!

Sim, a hora é agora! Faça parte dos 500 mil intercambistas que estão embarcando este ano!!!

Entre em contato com a agências de intercâmbio parceiras do I&V, preenchendo o formulário abaixo. Receba opções e compare para escolher o intercâmbio dos seus sonhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *