Inglês Intermediário, Iniciante, Avançado ou Fluente. Saiba o seu nível!

Inglês intermediário, iniciante, avançado e fluente são os níveis que uma pessoa pode ter em relação à língua.

Embora essa classificação não tenha tanta importância no dia a dia e na rotina das pessoas, saber qual o seu grau de conhecimento ajuda a identificar o quanto você sabe, isso pode ajudar a aperfeiçoar o domínio da língua ou até mesmo de obter novas oportunidades.

Mas afinal, como saber se eu detenho o inglês iniciante, intermediário, inglês avançado ou fluente?

A resposta é conhecendo melhor cada uma dessas classificações.

ingles intermediário

Quer saber mais e identificar o seu nível de conhecimento na língua? Continue lendo e obtenha as respostas!

O que é considerado inglês intermediário?

Antes de entender o que é considerado inglês intermediário, precisamos pontuar algumas questões que tornam essa dúvida mais complexa do que ela pode parecer, a princípio.

O problema com o conceito de “nível intermediário” é que ele pode variar dependendo do contexto.

Geralmente se refere ao nível B1 e B2 em uma escala mundialmente aceita de proficiência, que é o Common European Framework of Reference (CEFR – Quadro Comum Europeu de Referência para Língua).

Este nível consiste em poder ter conversas fluentes sobre temas familiares, bem como produzir textos curtos em formatos cotidianos e compreender textos narrativos de média duração.

Geralmente é o suficiente para se virar em situações do dia a dia em inglês.

Se você ainda estiver no nível iniciante, por exemplo, cronologicamente deve aperfeiçoar-se até chegar no intermediário.

Estudar para atingir o nível B1 geralmente leva tempo e a ajuda é altamente recomendada.

Quer você precise ou não de um certificado, ter aula com professores com qualificações e experiência tem muitas vantagens.

Quem já fez exames de proficiência em língua inglesa, pode identificar o nível de acordo com a pontuação.

Para saber se você está no nível B1, por exemplo, a pontuação necessária tem a seguinte configuração:

TestePontuação equivalente ao nível B1¹
EF SET41 – 50
IELTS4,0 – 5,0
TOEIC (R&L) Total550 – 780
Cambridge English Scale140 – 159
TOEFL iBT42-71
Escala Global de Inglês (Pearson)43 – 58

Inglês iniciante

Ainda seguindo o padrão do Common European Framework of Reference, considera-se inglês iniciante os níveis mais básicos: A1 e A2.

Esses níveis contemplam os usuários com domínio básico, por exemplo, aqueles que podem se comunicar em situações cotidianas com expressões comumente usadas e vocabulário básico.

As habilidades do nível A1 permite que o indivíduo:

  • Compreenda e use expressões do dia a dia usadas com frequência, bem como frases simples para satisfazer necessidades imediatas;
  • Apresente-se e a outras pessoas e faça / responda perguntas sobre detalhes pessoais, como onde moram, as coisas que possuem e as pessoas que conhecem;
  • Interaja de forma simples, desde que a outra pessoa fale lenta e claramente e esteja pronta para cooperar.

Já os alunos no nível A2 podem:

  • Compreender frases e expressões usadas com frequência relacionadas às áreas de especialização mais imediatamente relevantes para eles (por exemplo, informações pessoais e familiares muito básicas, hobbies, locais de interesse, emprego, etc.);
  • Comunique-se em tarefas simples e cotidianas que requerem nada mais do que uma troca simples e direta de informações sobre assuntos rotineiros e familiares;
  • Descreva em termos simples eventos passados, seu ambiente e suas necessidades imediatas.

Inglês avançado ou fluente

Este é o nível que supera o inglês intermediário e, obviamente, o iniciante. A dúvida neste estágio é saber se você poder se considerar avançado ou fluente.

Neste caso, o falante tem plena capacidade de se comunicar em diferentes contextos, entender e se fazer entender.

No padrão do Commom European Framework of Reference (CEFR), abrange os níveis C1 e C2.

Desse modo, os níveis C1 e C2 correspondem a usuários proficientes do idioma, por exemplo, que podem realizar tarefas complexas em uma ampla gama de configurações.

As habilidades dos alunos em nível C1 abrangem:

  • Compreender uma vasta gama de textos mais longos e exigentes, bem como reconheça o seu significado implícito;
  • Expressar-se de forma fluente e espontânea, sem muita busca óbvia pela expressão correta;
  • Usar o idioma de maneira flexível e eficaz para fins sociais, acadêmicos e profissionais;
  • Produzir textos claros e bem estruturados sobre tópicos complexos.

Já as habilidades para falantes que são enquadrados no nível C2 são:

  • Compreender facilmente praticamente tudo o que ouvem ou leem;
  • Resumir informações e argumentos de diferentes fontes escritas e faladas e apresente-os de forma consistente e concisa;
  • Expressar-se de forma espontânea, com muita fluência e precisão, sabendo diferenciar nuances ou significados mesmo nas situações mais complexas.

O nível C2 é comumente associado ao falante fluente em inglês, desse modo, é o nível exigido para que um indivíduo tenha o inglês oficialmente como segunda língua, já que ele deve ser plenamente capaz de pensar, argumentar, elencar ideias, resumir e apresentar fatos em inglês assim como faz na língua materna que, neste caso, é o português.

Como saber o meu nível de proficiência em inglês?

Saber se você domina o inglês intermediário, básico, avançado ou se é fluente na língua é uma forma de atestar seus conhecimentos. Isso pode ser requerido em muitas situações, como em concursos, processos seletivos, vestibulares, intercâmbio, vagas de emprego, oportunidades de promoção, dentre tantos outros.

A boa notícia é que hoje em dia é possível fazer um teste de proficiência para atestar seu nível de inglês.

Você encontra na internet testes que darão o resultado após o indivíduo responder a algumas perguntas que irão mensurar o seu conhecimento.

Por que fazer testes de inglês?

– Para escolher o curso perfeito

Antes de decidir fazer um curso de inglês ou até mesmo um programa de intercâmbio no exterior, você deve saber por onde começar e quais são seus pontos fortes e fracos.

Assim, você poderá escolher um curso no qual trabalhará suas necessidades específicas.

– Para definir metas

Sem fazer um teste de nivelamento, é difícil saber quais objetivos são realistas.

Desse modo, saber o seu nível atual do idioma o ajudará a entender melhor quais habilidades você precisa melhorar para continuar progredindo.

– Para medir o seu progresso

Se você já estuda inglês há algum tempo, os testes de nível permitirão que você avalie seu progresso e veja o quão longe você chegou e quanto ainda precisa cursar para se tornar fluente.

Vale ressaltar que é indicado repetir o teste anualmente para mensurar o seu desempenho.

Afinal, como medir o meu nível de inglês?

Confira abaixo alguns links de instituições que oferecer o teste de nivelamento gratuitamente e online, adotando o padrão Common European Framework of Reference (que é o padrão mais aceito no mundo todo) ou em outros padrões nacional e internacionalmente aceitos.

https://fisk.com.br/teste-classificacao

https://rockfeller.com.br/teste-ingles

https://www.cambridgeenglish.org/pt/test-your-english/

https://www.educamaisbrasil.com.br/teste/ingles

Uma excelente alternativa para quem quer ter inglês fluente é o intercâmbio! Quer saber mais e comparar com cursos de inglês do Brasil? Preencha o formulário abaixo e fale com agências para te ajudar a estudar no exterior!