Pegando ônibus no Japão

Apesar de ser algo simples, sempre rola a dúvida de como funciona de como utilizar o transporte público, em especial o ônibus. Tem que dar sinal para subir? Tem que dar sinal para descer? Paga na entrada ou na saída? Aceita nota ou só moeda? Ou será que aceita só ticket?

Bom, no Japão, cada ponto é uma estação, então não precisa dar sinal, ele vai parar na hora e no local marcado…MAS, o processo de pagamento é chatinho – e nos trens/metrôs, tem lá suas semelhanças…. Vale dizer que “sempre” tem a opção de comprar os Passes Diários, Semanais, etc., que facilitam a vida e ajudam a economizar. Mas nem sempre valem a pena, e neste caso, tem que saber como funciona.

Viagens avulsas – sem passe diário

O esquema funciona também para alguns bondes de superfície – como em Hiroshima -, mas não consigo dizer que é assim para todos os ônibus. Mas em todas cidades que peguei ônibus – Kyoto, Okinawa, Matsumoto, Nikko –, foi assim.

Passo um – Entre no ônibus e retire um papelzinho –  que parece uma senha – na maquininha abaixo.

Ônibus no Japão - 1
Ônibus no Japão – 1
Ônibus no Japão - 2
Ônibus no Japão –  Bilhete indica ponto número 12

Passo dois – Acompanhe o valor em uma tabelinha eletrônica como esta. O número do bilhete que você pegou no Passo um, é o valor que você vai ter que pagar – e o valor vai crescendo conforme os pontos forem passando hehe. Considerando que eu tinha o bilhete 12, eu teria que pagar 210 ienes, cerca de R$5 em outubro/13, a viagem se fosse descer no próximo ponto.

Ônibus no Japão - 3
Ônibus no Japão – 3

O detalhe aqui, é que as viagens podem custar até 1.000 ienes, ou seja, R$ 25 !!! Dependendo do lugar, uma bicicleta é uma alternativa econômica e viável!

Passo três – Acompanhe a estação que você vai descer. Normalmente ela tem um nome, que é dito e escrito em um painel – nas grandes cidades – também em inglês. E não se assuste se o ônibus ficar parado um ou dois minutos em um ponto. Os pontos são como estações, e eles só saem na hora marcada!

Ah… O motorista tem um microfone, as vezes ele fala umas coisas!! Sabe lá deus o que!! hehehe Vejam o detalhe abaixo. Acima do ombro dele, é um microfone!!!

Ônibus no Japão - Motorista de Microfone
Ônibus no Japão – Motorista de Microfone

Passo quatro – Na hora de descer, veja o número do seu bilhete e compare com o painel eletrônico. Junte as moedas no VALOR EXATO, e jogue na maquininha abaixo – parte de plastico, em cima do comparti – mento cinza – junto ao bilhete. Lembre-se, o Japão é o país da confiança e do respeito, ninguém vai conferir quanto você pôs, faça jus a confiança que lhe foi prestada! =o)

Ônibus no Japão - Pagando a viagem
Ônibus no Japão – Pagando a viagem

Passo quatro b – Ah, se você não tiver a quantidade exata, coloque uma nota de mil ienes na máquina, que ela te devolve os trocados.  Isso usando as duas partes pretas a direita do compartimento cinza.

Passes diários (semanais e blá, blá)

Eles tem mais ou menos esta carinha abaixo. Você normalmente pode comprá-lo em estações centrais, e o preço vale muito a pena. Se você vai pegar mais de dois ônibus no dia, já comece a considerar.

Passe de ônibus diário de Kyoto
Passe de ônibus diário de Kyoto

Com o cartãozinho acima, você insere na máquina na sua primeira viagem. A máquina vai colocar a data e te devolver o cartão. A partir daí, nas próxima viagens, NÃO INSIRA O CARTÃO NOVAMENTE, apenas apresenta ao motorista.

Ah, tem alguns cartões que servem também para metrô, vale ficar ligado nisso!

 

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *