Abrindo os custos – Viagem ao Sudeste Asiático (Vietnã, Laos e Camboja)

Viajar para o outro lado do mundo pode parecer caro, mas se a passagem fica cara, as refeições e transporte dão uma compensada… Pelo menos em lugares como Vietnã, Laos e Camboja. Para aqueles animados, ainda pode-se aproveitar a escala em lugares como Dubai, Abu Dabhi, Singapura entre outros.

Bom, de largada, mais uma vez fui de casal, e isso dá uma encarecida no todo, mas principalmente na acomodação.

E, se quiser saber mais sobre Roteiro da viagem, Sudeste Asiático.

Vamos lá, afinal, quanto custa viajar para o Sudeste Asiático?

Gasto Total: R$ 23,172/casal ou R$ 11.586/ pessoa

Este valor inclui todos os gastos durante a viagem, exceto compras (seja souvenirs ou outros items pessoais). Todos eles detalhados abaixo, sempre no custo por pessoa.

Passagem Aérea – R$ 3.580

O vôo foi pela Emirates saindo de Guarulhos, parada em Dubai e chegada/saída de Ho Chi Minh (Vietnã).

Na ida, 10h de conexão (que nos deu direito a passar a noite em um hotel com comidas inclusas), e na volta, 5h de conexão.

Transporte (vôos internos, ônibus, táxis, trêm, tuktuk, motorista particular etc.) – R$ 2.770

Por uma questão de tempo e das grandes distâncias, sempre que foi possível fiz a viagem entre os destinos de avião e isso aumentou consideravelmente a conta. Dessa forma, R$ 2,333 (85%) dos custos foram com as passagens. Ao todo foram 6 voos internos.

Se os deslocamentos fossem feitos por ônibus, barco etc. o custos de transporte poderiam ser 60% a 70% menores, mas isso incluiria viagens de de mais de 10, 12h em ônibus que não são as melhores.

Táxi, Tuktuk, trêm e ônibus são muito baratos. Se pensar que não usei nada de transporte público – quase não existe mesmo -, foi aproxomado R$ 21/dia. Muito barato.

Alojamento/ Estadias (hostels, hotéis, lockers para guardar mala, lavanderia) – R$ 2,008

Além das diárias, foram dois late check-outs que ajudam a encarecer a conta. Mesmo assim, a média de R$100/dia/pessoa é ótima, ainda mais pensando que fiquei sempre em, no mínimo, bons hotéis e ainda umas 4 diárias em excelentes hotéis (5 estrelas).

Se tivesse baixado a régua ou ficado em hostel (quarto compartilhado), acho que poderia reduzir a conta em uns 20 a 30%. Vale dizer que nem todo lugar achei hostels razoáveis quando estava procurando.

Alimentação (almoço, janta, café da amanhã, snacks, cafézinho da tarde ou da noite etc.) – R$ 1,535

Comi bem, muito bem. 60 – 70% das vezes em ótimos restaurantes (incluindo vários chiques) e pouquíssimas vezes em fast food e bocas de porco. Separando os gastos, a média de cada refeição foi de R$29/pessoa/refeição.

Os snacks e cafés de meio da tarde ou da manhã, a média foi de R$10/dia/pessoa.

Se quisesse comer mais simples (mas sem apelar), dava para baixar a conta de alimentação em pelo menos uns 30%.

Turismo/ Diversão (entrada em museus e templos, guias, tours etc.) – R$ 1.060

Quase metade dos gastos foram com tickets, apesar de baratos, muitos. O resto, basicamente dividido em transporte e guias.

Escadaria para o paráiso no Angkor Wat - Siem Reap, Vietnã
Escadaria para o paráiso no Angkor Wat – Siem Reap, Vietnã

Outros (Seguro Viagem, Visto, Higiene pessoal e Internet) – R$ 591

Os gastos principais, claro, são o Seguro Viagem (R$203) e os vistos, com os custos descriminados abaixo:

  • Vietnã – R$ 222,50
  • Laos – R$ 77,25
  • Camboja – R$ 72,00

Internet é amplamente disponível, então só comprei no avião. Higiene pessoal foi pasta de dente que acabou, cortador de unha perdido etc.

Bebidas (alcoólicas) – R$ 40

Como sempre, um beberrão. Sei que isso pode ser, para outros, uma conta importante na viagem.

Compras / Souvenirs – R$ 180

R$ 59 para continuar minha coleção de imãs de geladeira e mais R$ 121 para comprar presentinhos para a família. Tudo baratinho. =o)

Relembrando que os custos de compras não estão somados no total.

Conclusão e considerações finais sobre quanto custa viajar para o Sudeste Asiático

Mesmo em um período eleitoral em que a Dilma foi reeleita (e portanto o dólar estava muito louco), o custo da viagem foi muito parecido com uma viagem para Europa, EUA ou Japão, isso considerando que fiz extravagâncias, principalmente me hospedagem e alimentação.

Para um viajante mais econômico, com o mesmo tempo de viagem, acredito que poderia fazer o mesmo tour por R$ 10 mil, cortando gastos de alimentação e talvez alguns voos que poderia ter o trecho feito de ônibus ou barco.

Todos os custos foram controlados utilizando o aplicativo “Travel Money” no celular.

Quer uma ajuda para organizar seu roteiro de viagem? Preencha o formulário abaixo e fale com agências de viagem parceiras do Intercâmbio & Viagem!

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *