Como e porque abrir conta corrente nos Estados Unidos?

Há tempos venho estudando para abrir conta nos Estados Unidos, por uma série de razões. A principal delas é a possibilidade de ter alguma segurança financeira fora do Brasil, visto os altos e baixos que temos aqui. Ao mesmo tempo, é uma mão na roda para viagens e para quem for fazer intercâmbio, principalmente de longa duração.

Por incrível que pareça, tem se tornado cada vez mais rápido e prático abrir uma conta nos EUA. Com o surgimento das fintechs e contas digitais, se tornou possível realizar esse processo aqui do Brasil mesmo, em poucos minutos.

Por isso, nós resumimos nesse artigo tudo o que você precisa saber sobre como abrir uma conta corrente nos Estados Unidos. Confira!

Quais as opções para abrir conta nos EUA?

07 - Casinha na cidadezinha de Bowrne, nas proximidades San Antonio - Texas, EUA
Casinha nas proximidades San Antonio – Texas, EUA

Para abrir conta nos EUA, o caminho básico é escolher em qual banco você vai fazer sua conta. Os bancos tradicionais são os mais famosos – inclusive, as grandes instituições muitas vezes são vistas em filmes e publicidades.

De fato, são opções bastante seguras e sólidas, apesar de não serem tão práticas e, muitas vezes, exigirem a presença física na agência na hora de abrir a conta.

Entre os bancos mais tradicionais, os principais são Chase, Bank Of America e Wells Fargo. Sendo que os dois últimos foram as opções mais simples que encontrei.

Outra opção é o BB Américas, uma instituição do Banco do Brasil com operação nos EUA. Nesse caso, você pode abrir uma conta nos EUA sem precisar sair do Brasil. O ponto negativo é que o depósito inicial exigido é relativamente alto: US$ 3 mil para quem já é correntista do BB, e US$ 10 mil para novos usuários.

Por fim, atualmente existem opções de contas digitais nos EUA que podem ser abertas aqui do Brasil mesmo. Esse é o caso da Passfolio, uma conta digital que te permite enviar dinheiro e até mesmo investir em ações nos EUA, direto do seu celular.

Como abrir uma conta digital nos EUA?

As contas digitais recentemente ganharam muita popularidade. Dentro do Brasil, bancos como Nubank e Inter têm conquistado cada vez mais clientes. Com o avanço da globalização e da tecnologia, a tendência dos bancos digitais ultrapassou fronteiras e tem possibilitado aos brasileiros possuírem contas em outros países, sem a necessidade de morarem lá.

Por incrível que pareça, abrir uma conta digital nos EUA é fácil, rápido e sem nenhuma taxa. Utilizando como exemplo a Passfolio, abrir sua conta nos EUA leva apenas 4 passos:

  1. Fazer o cadastro totalmente online enviando algumas informações básicas sobre você (leva cerca de 5 minutos);
  2. Baixar o aplicativo da Passfolio na AppStore ou no GooglePlay;
  3. Depositar fundos a partir de $100 para começar. O depósito pode ser feito via transferência bancária, TED, PIX, remessa online, TransferWise, ou até mesmo por criptomoedas;
  4. Começar a investir: com a Passfolio, você pode converter sua moeda local em dólares e deixar rendendo juros, ou ainda investir em ações, ETFs e REITs sem taxa de corretagem.

Além disso, vale lembrar que para criar uma conta na Passfolio você precisa ter mais de 18 anos. Após enviar as suas informações básicas, a sua solicitação será analisada e aprovada dentro de apenas 1 dia útil. Após abrir a sua conta, você também recebe um cartão de débito internacional em USD.

Vantagens em ter uma conta digital da Passfolio nos EUA

  • Segurança: A Passfolio Securities é membra da FINRA e do SIPC, que protege os títulos de seus membros em até US$ 500.000 (incluindo US$ 250.000 para pedidos de reembolso em dinheiro);
  • Possibilidade de investir em ações e ativos americanos;
  • Depósito facilitado: Pode ser realizado até mesmo por TED e PIX, além de RemessaOnline e TransferWise;
  • Não possui taxas de corretagem e manutenção;
  • Economia nas taxas de conversão: Na Passfolio você converte seus R$ em dólares com spread de 1,45%, um dos mais baixos do mercado;
  • Com o cartão de débito internacional, você economiza até 80% no IOF, além de poder sacar dólares sem taxas em qualquer um dos mais de 55.000 caixas eletrônicos AllPoint.
  • A “poupança” da Passfolio – chamada de PassEarn – rende de 5 a 7% ao ano sem taxas e sem valor mínimo para investir. Basta transferir e seu dinheiro já estará rendendo.

Conta nos EUA e cartão em USD grátis. 10% off no câmbio até o final de Julho 2022 com o cupom DOLARIZEI.

Que documentos preciso para abrir conta?

Em primeiro lugar, os requisitos para abrir uma conta nos EUA variam de banco para banco, por isso é importante verificar. No caso dos bancos tradicionais, algumas instituições só fazem a abertura de contas presencialmente, então você precisará já estar em viagem quando for abrir a conta.

Já as contas digitais são mais flexíveis, e permitem a abertura de contas diretamente do Brasil, apenas enviando algumas informações básicas de identificação.

A seguir, listamos os principais documentos que podem ser exigidos para a abertura de conta nos EUA.

Dados pessoais

Todos os bancos – tradicionais ou digitais – certamente solicitarão seus dados pessoais, como nome completo, número de passaporte, endereço (ainda que seja no Brasil), etc.

Identificação

O banco também poderá solicitar algum documento de identificação – usualmente o passaporte, ou ainda a carteira de motorista.

Depósito mínimo

Quase todos os bancos pedem um depósito mínimo na hora de abrir a conta. O valor, no entanto, varia de instituição para instituição. A Passfolio, por exemplo, pede um depósito mínimo de US$100 para abrir a conta.

Por que abrir conta em banco nos EUA?

Bom, já antecipei um pouco, mas aqui vão alguns motivos para se abrir uma conta em banco norte americano.

Reduzir o custo do Dólar – Cotação e o Iof

Para quem vai viajar ou fazer um intercâmbio, é uma opção excelente para economizar com a cotação. As opções mais comuns para quem vai viajar ou estudar fora são:

  • Comprar moeda em espécie, que é o que tem o menor iof, 1,1% e a melhor cotação
  • Usar um cartão pré-pago como Travel Money, que tem toda a comodidade de um cartão, mas tem taxas de de saque e o iof é de 6,38%
  • Usar o catão de crédito, que também tem 6,38% de iof, mas tem a vantagem de dar pontos e a desvantagem da oscilação do câmbio. Além disso, o câmbio dos cartões de crédito são usualmente superiores aos da casa de câmbio ou do cartão Travel Money

Já a opção de enviar uma remessa para os EUA, a vantagem começa no câmbio: você usa a cotação do Câmbio Comercial em vez do Câmbio de Turismo!

Mas o que isso significa na prática?

Significa $ 0,10 a 0,20 por dólar!  Isso porque o dólar comercial é o valor comercializado na Bolsa de Valores, enquanto o dólar turismo é o que vendem na casa de câmbio.

Veja o MelhorCambio.com e compare com o remessaonline.com.br, para ver a diferença.

Pense na seguinte situação:

Você vai enviar seu filho para um intercâmbio de 1 ano nos EUA e ele precisa de US$ 1800 / mês para se manter. Considerando uma remessa para uma conta nos EUA e a cotação de jul/19, as economias seriam:

  • ~R$ 2000 , quando comparado com moeda em espécie
  • ~R$ 6500, se comparar com Cartão Pré-Pago
  • ~R$ 7500, se comparar com Cartão de Crédito

É muito $$$, tá louco! Para o exemplo do intercâmbio de 1 ano, estamos falando de até 5% de economia!!!!

Facilitar as transações locais e não precisar carregar dinheiro

Quanto custa um intercâmbio

Quem viaja sabe o desconforto que é ficar carregando um monte de dinheiro e deixar outro monte de dinheiro no hotel, na casa de família ou onde quer que seja.

Com uma conta nos EUA, ou no seu país de destino, você terá um cartão de débito local, com a bandeira Visa ou Master usualmente. Vai poder comprar tudo em todo lugar, sem taxa e com a conveniência do cartão.

Estabilidade financeira

Como disse no início do post, minha motivação é ter alguma estabilidade financeira que vai servir para financiar minhas viagens, mas pode ser uma reserva de segurança também. O dólar oscila em relação ao real, mais de 20, 30% em um ano. Essa pode ser a diferença entre fazer ou não uma viagem. Neste sentido, se seu dinheiro já está no EUA, estará resguardado.

A moeda forte do mundo é o Dólar, então ter uma parte desta reserva nesta moeda e nos EUA, é uma forma de se proteger. E em tempos de extremismo político, não há como esquecer que sequestraram nossas poupanças não faz muito tempo.

Investimento de curto e longo prazo

Para quem tem ainda um pouco mais de dinheiro ou de ambição, a conta nos EUA pode te facilitar algumas coisas:

  1. Fazer investimentos nos EUA, no mercado financeiro do país
  2. Ter acesso a crédito no país. Um amigo meu foi colocando um dinheiro nos EUA e usando conforme viajava para lá. Recentemente, financiou um imóvel com juros baixíssimo e basicamente paga o financiamento com a locação do imóvel.
  3. Outra vantagem é poder ter um cartão de crédito americano e poder ter as vantagens de pontuação e cashback que tem lá, que são melhores que as do Brasil

Conclusão

Como você viu ao longo desse texto, abrir uma conta nos EUA é um processo relativamente rápido e simples. Com o surgimento dos bancos digitais, ficou ainda mais fácil abrir uma conta no exterior sem sair do Brasil.

Nesse sentido, as vantagens de possuir uma conta nos EUA são inúmeras, principalmente para quem vai fazer intercâmbio, viaja bastante para o exterior, ou está pensando em investir no país, seja no sistema financeiro ou fazer um investimento imobiliários.

Por sorte, cada vez mais novas fintechs e outras empresas estão buscando alternativas para diminuir a burocracia nestes tipos de serviço, diminuindo as fronteiras do mundo! 🙂

Quer abrir conta? Preencha o formulário abaixo para nossos parceiros te ajudarem no processo! 🙂

4 thoughts on “Como e porque abrir conta corrente nos Estados Unidos?

  • Maio 10, 2021 at 2:34 pm
    Permalink

    Muito bom post e fico nesta dúvida se é melhor comprar a vista ou financiar. Tenho receio de financiar pela dificuldade estando no Brasil ainda.
    Adoraria ter maiores dicas

    Reply
  • Janeiro 24, 2022 at 10:41 am
    Permalink

    Tem algum problema abrir uma conta nos eua antes do visto?

    Reply
    • Janeiro 30, 2022 at 7:42 pm
      Permalink

      Oi João, problema nenhum. Inclusive agora já tem alguns bancos que você consegue abrir conta nos EUA daqui do Brasil mesmo.

      Abs,
      Homero

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *