Roteiro de Viagem – 1 dia em Dallas (Texas), Estados Unidos

De longe, rolou a dúvida – será que um dia é suficiente em Dallas? Bem, chegando lá a certeza veio? Se não vai ficar se embrenhando nos museus genéricos (história natural, artes etc.), sim 1 dia é suficiente para dar um bom giro pela cidade.

Eu estava de carro, mas posso dizer que se não estivesse, a partir do momento que chegar no centro (downtown e west end), tudo se resolverá muito facilmente.

Veja mais sobre viajar pelo Texas: um roteiro de 9 dias pela região e todos os custos da viagem.

De largada (umas 9:20 da manhã) estacionei por US$5 ao lado do Museu Sixth Floor (que às segundas só abre as 12h) e por isso comecei por outras bandas. Primeiro uma voltinha pela Dealey Square onde o JF Kennedy foi assassinado.

03 - Mais ou menos assim, deste lugar, John F Kennedy foi assassinado - Dallas, EUA
03 – Mais ou menos assim, deste lugar, John F Kennedy foi assassinado – Dallas, EUA

Em seguida, fui ao Old Red Museum que conta a história da cidade de Dallas fazendo um paralelo com a história dos EUA e do Texas. Legal, mas parece ser mais interessante para os locais. US$8, fiquei cerca de 45 minutos lá.

Atrás do Old Red, tem algumas praças, memórias como a Open Tomb do JFK entre outras coisas, que já pode emendar com uma caminhada pela Main St., a rua dos prédios altos e importantes da cidade como o do Bank of America e também o lendário Magnolia Building que no topo tem um Pegasus que se tornou um símbolo quase oficial da cidade.

Parada para o almoço no bom Ravenna na Main St., US$ 33 o casal com gorjeta.

A tarde, foi a vez do Sixth Floor Museum que tem este nome por esta no sexto andar do prédio em que o atirador Lee Harvey Oswald (neste mesmo andar) assassinou o então presidente Kennedy. O museu conta a história em detalhes por fotos, painéis, vídeos e um aúdio guide. Legal, mas cansativo. US$ 16. A dica é: compre o ingresso na lojinha do lado oposto da rua. Vai te poupar tempo de fila.

Dali para o Klyde Waren Park, no Arts District. Um parque bem legalzinho para passar a tarde e os americanos aproveitam mesmo. Lá rolam vários Food Trucks também.

Na St Paul St passa o Trolley da M-Line, que é gratuito e vai até a Uptown. Ida e volta dá uns 40, 50 mins. Para quem tiver com tempo, pode descer nas últimas estações e conhecer a região Uptown. Tem no caminho vário cafés e restaurantes, e lá no fim, algumas lojas grife tipo Banana Republic (é a única que eu lembro).

Para fechar, cerca de 10 para as 17h fui ao Reunion Tower para ver o por do sol (caiu as 17:25). No início parecia frustrante, porque a vista da cidade não tem nada demais, mas foi só o sol começar a cair que a cidade foi se iluminando e realmente ficou bonito de ver. Apesar disso, achei caro: US$ 16 mais impostos (quase 17,50). Fora que estacionei lá fora (self-parking), mais US$ 6.

01 - Tower of the Americas, o show fica legal mesmo ao sol cair - Dallas, EUA
01 – Reunion Tower, o show fica legal mesmo ao sol cair – Dallas, EUA

Totalmente acabado (meu voo chegou as 6h da manhã) fui para o hotel relaxar chegando umas 18:40.

Quem estiver com tempo sobrando, pode visitar ainda o Aquário da Cidade e também o mercado Municipal da Cidade. Neste caso provavelmente você precisará de um segundo dia.

Fiquei no La Quinta Inn Love Field – US$79, quinze minutos do centro. Achei honesto e comi uma quesadilla ótima!

10 - Túnel de vidro no aquário da cidade - Dallas, EUA
10 – Túnel de vidro no aquário da cidade – Dallas, EUA

 

 

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *