Aeroméxico, um voo cheio de surpresas!

Muito antes de embarcar algumas coisas esquisitas foram acontecendo. A primeira delas foi que o Localizador  da passagem que eu recebi (da agência da empresa em que trabalho) não era reconhecido pela Aeroméxico e eu não conseguia fazer o Check-in.

Pois bem, falei com a secretária que faz as reservas e voi la! Eis que me enviam um outro Localizador, este sim reconhecido pela Aeroméxico. A priori achei estranho, mas me lembro que já passei por isso alguma vez comprando pela Decolar ou algo tipo.

Seguindo o processo, aí que as coisas começaram a ficar bizarras de verdade…

A primeira parte do procedimento de Check-in online incluía colocar meu número de passageiro frequente para ganhar milhas. Eu havia pesquisado antes, e visto que tinham parcerias com a Smiles… não era minha favorita no momento, mas ao menos era a melhor disponível!

Quando vou buscar na lista da Aeromexico, fail! Nada de Smiles, Gol, ou algo que o valha. Dentre as opções, a menos pior me pareceu a da Avianca, que ao menos operava no Brasil. Assim fui, não muito feliz, mas conformado.

Próxima etapa: escolher o assento.

Entro no tradicional mapa de assentos do avião e me deparo com a informação “Não existem assentos disponíveis sem custo”. Confuso, procurei em qual assento tinham me colocado automaticamente e a resposta era: EM NENHUM!

Meio desesperado, falei com a secretária da minha empresa de novo! “PELAMOR, ESTÃO ME COBRANDO PARA MARCAR O ASSENTO!!!”. Para ajudar, fui informado que a empresa não fazia nenhum tipo de reembolso relativo a voos.

Tentei a sorte e tentei finalizar Check-in online sem marcar o assento e VOI LA! Consigo gerar o cartão de embarque e me aparece um assento na janela (do jeito que eu gosto) em uma fileira no meio do avião. PERFEITO!

Voltei no mapinha de assentos – eu tinha dado um print screen – e lá dizia que o assento que haviam me colocado era um assento pago!!! Pensei comigo: “Que pilantras, se eu tivesse marcado o assento e pago os R$300, eles iam me cobrar????”.

Enfim, segui para o aeroporto para a primeira (e única) surpresa boa! Muitas vezes o check-in online só server para marcar assentos, mas no caso da Aeroméxico não… como eu não despachei malas, não precisava fazer mais nada. Apenas por uma questão de comodidade imprimi meu cartão de embarque (inutilmente, você vai entender em breve) em um quiosque de autoatendimento.

Segui para o embarque e, com minha cara de terrorista, fui parado no raio-x para uma vistoria mais refinada. Fui revistado, assim como toda minha bagagem. Engraçado que o cara do aeroporto perguntou para o outro antes de me chamar “Ele está com as crianças?”. Como as crianças que estavam atrás de mim graças a Deus não eram minhas, me tornei suspeito! Enfim… Nada a ver com a história da Aeroméxico isso aí!

Fui para o portão embarque, jantei e enquanto tomava meu café e trabalhava neste querido blog, chamam meu nome!

PALPITAÇÕES!

Me apresso e vejo que os outros nomes que foram chamados chegaram antes de mim. Aí sentei e relaxei até a que fila minguou… Percebi que outras pessoas na fila tinham feito o Check-in online e portanto não tiveram passaporte e visto checados… LOGO, imaginei (corretamente) que era isso.

Visto que ia falar com alguém aproveitei para tirar minhas dúvidas (e ter novas surpresinhas)!

– Oi moça!
– Oi…
– Escuta, eu só consigo colocar as milhas no Amigo da Avianca?
– Na verdade, o da Avianca não pontua no Brasil…

AAAAAAAAAHHHHHHH que ótimo!!!

– Certo… Eu vi esses tempos aí que tinha parceria com a Gol (na verdade, eu tinha visto que a notícia era tipo de novembro de 2015!!)
– Sim, a única que pontua no Brasil é a Smiles.

AAAAAAAAAAAAHHHHH que boa notícia, ou seja, eu ia perder todas as minhas milhas?!

– Certo.. Pode trocar para mim?
– Claro…
– Obrigado. (UFA!)

Depois de tentar um pouco e pedir ajuda para o colega, ela conseguiu alterar e reimprimiu meu cartão de embarque (lembra que falei tinha sido inútil imprimir a primeira vez?).

Para fechar, o voo atrasou a saída quase 40 minutos… Segundo a Aeroméxico, por conta de atraso do avião que estava parado antes naquele portão de embarque.

Enfim, escrevo isso do avião, espero não ter que voltar para contar mais surpresinhas…

 

PS1: na chegada, fui parado pela polícia federal na chegada do México, mas isso não tem nada a ver com a Aeroméxico. Acho que estou com cara de terrorista mesmo =/

PS2: na volta, eu pedi para colocarem meu número Smiles no bilhete de embarque. Depois de um pouco discutir e bastante a contragosto o atendente mexicano colocou o número, mas me entregou o bilhete dizendo “Pronto, mas duvido que vá pontuar alguma coisa”.  Dias depois, apareceram os pontos da Aeroméxico no meu Smiles, tanto da ida quanto da volta 😉

Janela do avião antes do embarque em dia de chuva
Janela do avião antes do embarque em dia de chuva

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *