Roteiro de Viagem – 2 dias em Buenos Aires, Argentina

Completando uma viagem à Patagônia, passei dois dias em Buenos Aires.

Pode parecer loucura, pois tem gente que vai para passar uma semana, mas a bem da verdade é que, meus 2 dias e 3 noites foram bem adequados para conhecer o principal da cidade (apesar de realmente haver coisas para descobrir para um ano inteiro).

Antes de qualquer coisa tenha em conta:

  • O metrô de Buenos é limitado, mas por vezes ajuda
  • Por outro lado, ônibus funciona – cortam a cidade e passam aos montes, mesmo ao domingos
  • Para pegar o transporte público você precisa do Bilhete Único SUBE, que encontra em Kioscos e Locutórios. Custa 25 pesos + carga (cada viagem custa 3 pesos em média, varia o preço pela distância.
  • Ônibus 29, guarde este número – ÔNIBUS 29. Ele passa por quase todo lugar que você vai visitar: Obelisco, Casa Rosada, Calle Florida, La Boca, San Telmo, Palermo (nesse último você precisa dar uma caminhadinha, nada que um turista não esteja acostumado).
  • Aqui você encontra todas as rotas de ônibus de Buenos – https://movil.omnilineas.com.ar/buenos-aires/colectivos/
03 O ônibus 29 na Av Corrientes - Buenos Aires, Argentina
03 O ônibus 29 na Av Corrientes – Buenos Aires, Argentina

Noite 1 – Jantar em San Telmo

Ainda desavisado do ônibus 29, fui de metrô, o que me rendeu uma caminhada noturna desnecessária. Apesar de ser 6a feira, estava tudo bem vazio. Comi no Il Nono Bachicha e gostei bem. 350 pesos o casal. No dia seguinte, passei de ônibus 29 lá, passei na frente do restaurante.

Dia 1 – Primeiro, o que vem primeiro: Obelisco, Caminito, Casa Rosada, Puerto Madero, Florida e Retiro

Comecei pelo Caminito. Subi no 29 (meu hotel ficava na Av Corrientes) e em 20 minutos estava em La Boca. O Caminito é nada mais que um quarteirão cheio de lojas e restaurantes. Se quiser poder levar 30 minutos ou ficar 3 horas, além de, claro, visitar o museu/ estádio do Boca. Como eu já tinha ido, dispensei, mas tomaria mais 1h.

Voltei a Casa Rosada e Plaza de Mayo. Como não entrei na Casa, 20 minutos para tirar fotos, entrar na Catedral e ponto. Segui andando até Puerto Madero (uns 15 min), e aí caminhar por lá pode levar 40min a 2h. Caminhei uns 40 e almocei por lá, muitas as opções de restaurantes, nenhuma que me brilhou os olhos.

Mais uns 30 min andando, voltei a Calle Florida (pertíssimo da Casa Rosada). Se não vai comprar nada, 30 min está bom, afinal é só uma rua de compras. Pode tomar cafézinho para relaxar.

De tanto andar, parei no RetiroPlaza General San Martin e Torre Monumental.

Voltei de metrô ao hotel no fim da tarde para tomar um banho.

A noite, fui ao famoso Café Tortoni. Show Bom (mas caro, 240 pesos/pessoa), ambiente lindo, comida ok e atendimento horroroso. O show só aceita pagamento em dinheiro.

10 No tango do Café Tortoni, os musicos roubaram a cena -Buenos Aires, Argentina
10 No tango do Café Tortoni, os musicos roubaram a cena -Buenos Aires, Argentina

Dia 2 – Feira de San Telmo e Palermo

Domingo de manhã (10h) começa a imensa feira de San Telmo na rua Defensa, é interminável e bacana. Muita coisa bonita, com bom preço e realmente artesanal. De novo indo com o ônibus 29.

Depois, abordo do ônibus 130 (mudou, finalmente) fui a Recoleta (tem que andar umas 5 quadras do ponto na Av Callao) e Floralis Genérica – almocei por aí. De frente à Floralis, peguei ônibus 67 (mudou de novo!!!) , que passa no meio dos parques e pelo pé do Palermo Soho.

Pulei os parques, mas aí vai do gosto. Gastar umas 2h pelos parques 3 de Febrero, Jardim Japonês, bla bla.. OU caminhar pelo bairro nos meandres das Plazas Serrano e Armênia, com restaurantes, cafés, lojinhas e a feirinha dominical de artesanatos. Quem quiser e tiver pernas, pode fazer os dois também hehe…

Agora abordo do ônibus 39, voltei para o centro parando no Teatro Colon e Plaza Lavalle. Dali, já estava perto do hotel.

Acabei não fazendo, mas havia tempo para ir até o Congresso da Argentina. Aproveitando também para ir ao Palácio Barolo para uma vista Panorâmica da Cidade.

A noite, jantei perto do Hotel.

Considerações Finais

  • Dois dias é suficiente para uma passada pelo principal, principalmente se for em um fim de semana que tem as feirinhas e tal.
  • Foi-se o tempo que Buenos Aires era barato, comer decentemente por menos de R$ 30 é pouco provável. Um cafézinho com um come qualquer, sai R$ 25 – 30 para duas pessoas.
  • Transporte público resolve. Barato e eficiente.
  • Para alguém que goooosta de andar, é possível fazer quase tudo andando. Diria que, de tudo que falei, único que é londe demais para isso é La Boca.

Com um pouco mais de disposição, ainda poderia:

  • Ter aproveitado fim da tarde com a vista panorâmica da cidade no Palácio Barolo
  • Ter ido ao jogo (rolou River X Racing) – há de se ter em conta que conseguir ingressos pode não ser tão fácil
05 Mafalda e sua trupe passeando por San Telmo - Buenos Aires, Argentina
05 Mafalda e sua trupe passeando por San Telmo – Buenos Aires, Argentina

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *