Custo de vida na Austrália: Gastos do dia-a-dia do intercambista

Pensando em fazer um intercâmbio para a Terra dos Cangurus? Então veja os gastos do dia-a-dia para planejar seu orçamento e evitar surpresas desagradáveis e perrengues desnecessários.

Quando decidi embarcar para o meu intercâmbio em 2006 fiz uma pesquisa sobre o custo de vida na Austrália. Confesso que ao chegar aqui fiquei bem surpresa com o real valor das coisas e percebi o quanto meu dever de casa deixou a desejar. Principalmente porque nos meus primeiros três meses estava ainda convertendo Real para a moeda local, o dólar australiano.

Custo de Vida na Austrália - Gastos mensais
Custo de Vida na Austrália – Gastos mensais

Em quase 12 anos morando na “Land Down Under”, passei por duas cidades – primeiro Perth e em duas ocasiões Melbourne, onde resido no momento. Foram muitos empregos com vários salários diferentes e com quase cinco anos de trabalho em agência de intercâmbio. Com tudo isso, posso dizer de olhos fechados que planejamento financeiro é a chave de ouro para qualquer intercâmbio bem-sucedido. Mesmo que a Austrália ofereça a seus estudantes internacionais a possibilidade de trabalhar durante sua estadia, é fundamental que a gente esteja sempre preparado para evitar passar perrengues desnecessários.

Antes de tudo, vale a pena destacar alguns pontos sobre os meus cálculos de custo de vida na Austrália:

  • muitos dos valores terão como base o custo semanal, que é como funciona a maioria dos pagamentos aqui
  • o dólar australiano é mais baixo que o americano (aprox. R$2,63) – valor dólar atualizado
  • existem diferenças de custo entre as cidades, mas os valores valem como média
  • o valor do salário mínimo considerado por hora: AUD$18,29 – salário mínimo na Austrália

Cursos

Vou falar aqui dos cursos mais comuns, também com valores de referência.

Curso de Inglês

Esse é o curso mais procurado pelos potenciais estudantes quando ainda estão no Brasil e o tempo médio de matrícula é de seis meses. As escolas trabalham de forma diferente, algumas cobram menos por semana quanto maior o bloco de estudos. Hoje em dia, a maioria cobra um valor fixo semanal, independente do período estudado.

  • General English full time (mínimo 20 horas por semana): em boas escolas, pode variar entre AUD$260 a AUD $280

Um informação muito importante sobre estudos na Austrália é que um estudante internacional é obrigado a cumprir pelo menos 20 horas semanais de estudo como condição do seu visto. Dessa forma, a opção part-time está disponível apenas para pessoas que estudam em um visto que não seja o de estudante, por exemplo, no de turista. Nem todas as escolas oferecem essa essa modalidade e nem todas cobram menos pela carga-horária inferior.

Simulador Online de Orçamento e Preços de Intercâmbio

Eu não estudei inglês na Austrália, mas na minha experiência como agente educacional em Perth, tive excelentes referências das escolas Milner, Kaplan e Navitas.

O visto de estudante aqui permite que você trabalhe até 20 horas por semana (a regra diz 40 horas quinzenais, mas como você não pode ultrapassar mais de 40 horas em nenhuma quinzena, na prática são 20 horas semanais) durante o seu período de estudo e horas ilimitadas nas férias.

Curso técnico

Esse foi o tipo de curso que vim estudar. Escolhi um Diploma de Mass Communication com duração de um ano em uma escola do governo. O custo foi de AUD$10.000, que em 2007, sinto dizer, saiu quase a mesma coisa em reais. Essa foi a opção que coube no meu orçamento, pois minha ideia inicial era vir fazer um mestrado, totalmente fora das minhas possibilidades.

O governo australiano tem suas escolas técnicas, TAFE (Technical and Further Education), que é onde o pessoal local busca sua qualificação vocacional.  Mas além das instituições públicas, existem várias instituições privadas que oferecem diversos cursos profissionalizantes.

Para seis meses de curso técnico, em média gasta-se AUD$3.000. Vou explicar um pouco mais sobre o esquema do curos técnico, opções e metodologia em um próximo post.

Graduação

Valor de graduação varia muito por todo o país e programas de bolsa de estudo são praticamente inexistentes nas universidades. Algumas cidades, como Sydney e Melbourne, possuem uma quantidade razoável de “colleges” que oferecem cursos de graduação e pós-graduação a preços mais acessíveis, porém são menos prestigiosos. Nas grandes universidades australianas, uma graduação pode variar de AUD$15.000 a AUD$25.000 o semestre.

Moradia

Moradia é o item que mais influencia no cálculo dos custos do dia-a-dia do intercambista e a acomodação compartilhada (share house, ou república) é a forma mais econômica de viver por aqui. Eu paguei por um mês de homestay, que é a hospedagem em casa de família, para a minha chegada.

Melbourne Bathers beach, Austrália - Foto Carol Saldanha
Melbourne Bathers beach, Austrália – Foto Carol Saldanha

Eu vejo muita gente que poucos meses depois de morar em repúblicas começam a reclamar de dividir casa. Eu fiquei dez anos dividindo casa até ter estabilidade de bancar as despesas de um lar sozinha. E claro que passei por situações chatas, mas também conheci pessoas muito legais e por ter optado por morar com australianos, desenvolvi confiança no meu inglês muito rápido e aprendi muito sobre a cultura do país. Então minha dica é : se joguem e vocês vão aprender muito sobre tolerância e paciência.

Mas vamos ao que isso vai afetar no seu bolso:

  • Quarto: difícil fazer uma média, já que cada cidade apresenta diferentes custos para moradia e outros custos básicos (eletricidade, gás). Internet e celular não varia entre as cidades. Vai depender muito do seu estilo de vida, mas pode custar de AUD$140 (dividindo um quarto bem no centro da cidade) a AUD$250 (para um casal), com as contas inclusas. Leve também em consideração o bairro e o custo do transporte – às vezes morar mais perto do seu trabalho e escola custa mais, mas pode te custar menos de transporte e sair a mesma coisa que morar mais afastado.
  • Homestay: AUD$280 a semana, em média, incluindo café da manha e jantar durante a semana e todas as refeições aos finais de semana.

Você pode procurar quartos no Flatmates.com e no Gumtree.

Transporte

Geralmente as escolas ficam nos centros das cidades e eu sempre optei morar em localizações de fácil acesso. Eu não sou muito fã de bicicleta, mas para quem curte, as cidades australianas possuem ciclofaixas. Há muitas campanhas para educar motoristas a respeitar ciclistas. Se você quer uma bike usada, o Gumtree, o mesmo site que mencionei acima para moradia, é uma boa opção para começar sua busca. E sempre tem a opção de sites de doações, então tem até uma chance de você conseguir uma bicicleta de graça!

Carlton Gardens em Melbourne, Austrália - Foto Carol Saldanha
Carlton Gardens em Melbourne, Austrália – Foto Carol Saldanha

A qualidade do transporte público varia de cidade para cidade e com certeza, Melbourne é o lugar com melhor rede de locomoção. Em Perth, os estudantes internacionais tem desconto de mais de 50% na passagem, então acaba sendo o lugar onde o transporte fica mais em conta. Aqui, cada cidade tem o seu próprio cartão, cada um deles com seu esquema de tarifas e descontos. Além disso, as cidades são divididas em zonas e você paga sua passagem proporcional ao trajeto percorrido. Média de custo: de AUD$15 a AUD$55 a semana.

Como comprar um carro aqui é barato e você pode dirigir com a habilitação brasileira (contanto que tenha uma tradução juramentada), em algumas cidades, os estudantes optam por comprar carro. Isso pode ajudar bastante quem trabalha à noite ou muito cedo pela manhã em uma cidade como Perth, por exemplo. Um carro velho, mas em condições razoáveis, pode custar a partir de AUD$1.500 e se for um carro econômico, o gasto com combustível pode ser de AUD$40 por mês. Para quem quiser comprar carro, façam um seguro contra terceiros. Custa em torno de AUD$30 por mês e vai ser muito útil em caso de acidente.

Alimentação

O seu gasto com mercado vai muito de acordo com seus hábitos. Eu sei cozinhar então faço a maior parte das minhas refeições em casa, economizando muito nesse item. Quando eu era estudante, gastava um pouco menos, porque tinha um budget menor. Diria que gastava em torno de AUD$60 por semana e tinha uma alimentação saudável. Hoje em dia, chego a gastar de $80 a $90 por semana. Nos mercados, vale sempre procurar pelas marcas próprias nas prateleiras, que tem boa qualidade e são mais baratas.

Mas quem não gosta de comer fora de vez em quando e provar comidas diferentes? Afinal, intercâmbio é isso aí! Então vamos dizer que os seus gastos com alimentação, contando uma refeição fora por semana e algum cafezinho aqui e ali, seriam de AUD$100 semanais.

Preços de alguns itens:

  • Café com leite: tamanho médio, AUD$4.50
  • Pacote de pão de forma: o mercado vende marca própria por AUD$1
  • Dúzia de ovos: AUD$4.50
  • Leite longa-vida 1L: os grandes mercados vendem por AUD$1

Para quem tem restrições alimentares ou são vegetarianos ou veganos, os preços dos alimentos especiais para vocês são mais acessíveis do que no Brasil. Eu tomo leite de côco e pago AUD$3 por 1L desse leite. Quando estou em São Paulo, não tomo leite porque não posso tomar os de origem animal e acho os de origem vegetal caros demais.

Telefone e internet

Já aviso: internet na Austrália não é boa, é devagar, mas é estável. Já usei muito pré-pago e eles oferecem um valor por serviço muito melhor do que o que encontramos no Brasil. Um chip pré-pago custa AUD$2 e as recargas começam a partir de $10, mas com AUD$40 por mês você tem pelo menos 8GB de internet 4G e crédito suficiente para usar o telefone. Ligações e mensagens de texto entre pessoas da mesma operadora são gratuitas. Vodafone e Optus são as empresas mais populares e com planos mais acessíveis. E você vai ter wi-fi na escola e em casa.

Internet, um plano ilimitado é, em média, AUD$70 por mês, mas muitas vezes já está inclusa no seu aluguel.

Entretenimento

Kalbarri Nature Window, Austrália - Foto Carol Saldanha
Kalbarri Nature Window, Austrália – Foto Carol Saldanha

O custo de vida na Austrália é alto, mas os salários são proporcionais e tem sempre muita coisa gratuita rolando nas cidades. Por exemplo, os festivais de arte sempre tem eventos abertos e de graça. Uma rua do meu bairro estava fechada outro dia para a exibição de um filme. Até a pipoca para as crianças era sem custo algum! Então basta você procurar o que fazer e você sempre vai achar algo que caiba no seu orçamento.

Aqui um guia rápido para você ter uma ideia do que você pode a vir gastar dependendo do que gosta de fazer:

  • 1 pint cerveja: AUD$10
  • taça de vinho: AUD$8
  • ingresso de cinema: AUD$20
  • água: gratis! aqui por lei todos os estabelecimentos devem oferecer água da torneira aos seus clientes
  • ingresso de show: shows grandes média de AUD$120, já para artistas independentes, há ingressos de AUD$20
  • entrada em baladas e bares: AUD$0! A grande maioria dos lugares ganha nas bebidas e não cobra entrada
  • teatro ou espetáculos de dança: eu que amo balé, pago AUD$25 na área mais barata. Teatro, se for peça grande, AUD$50 pelo menos

Resumo: total semanal do custo de vida na Austrália

Considerando alimentação, moradia, transporte, telefone e algum entretenimento, a média de custo de vida é de AUD$400 a 450 por semana (R$1.060 a R$1.200). Quando eu estudava e trabalhava, ganhava cerca de AUD$450 por semana e conseguia bancar todas as minhas despesas.

Mas não aconselho que ninguém venha para cá sem nenhuma reserva para imprevistos e sem dinheiro para passar pelo menos três meses aqui sem emprego. Sei que tem muita agência e gente que diz que você se descola em uma, duas semanas, mas não é assim para todos. Então, venham preparados e vale a regra: melhor esperar um pouco e juntar um pouco mais de dinheiro e vir tranquilo do que vir com dinheiro contado! Como disse, aqui não é um país barato.

E agora, pronto para seu intercâmbio na Austrália? Preencha o formulário abaixo e fale com diversas agências de uma só vez. Receba várias cotações e destinos e prepare-se para embarcar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *