Como Pagar Seu Intercâmbio? Financiar, parcelar e outras opções, até Gratuito!

Um das principais dificuldades para o futuro intercambista é conseguir dinheiro para realizar seu sonho de estudar no exterior. Por isso, resolvemos criar uma lista de formas de você financiar seu intercâmbio, seja com parcelamentos, seja usando seu patrimônio, ou até mesmo, usando seu tempo, esforço e dedicação. Afinal, qual o tamanho da vontade de realizar seu sonho? 🙂

Bom, vamos nessa?

Financiar seu intercâmbio

A primeira forma de pagar seu intercâmbio é fazer um financiamento, contanto com as diversas formas de empréstimo que existem no sistema financeiro brasileiro.

#1 – Empréstimo Pessoal para Intercâmbio

Financiamento do Intercâmbio
Financiamento do Intercâmbio – RODNAE Productions no Pexels

O Empréstimo pessoal, ou Crédito Direto ao Consumidor (CDC), é o formato de crédito que você vai até o banco e solicita o dinheiro sem ter uma garantia associada e sem precisar explicar qual será o uso do dinheiro.

Esse formato é muito comum entre os intercambistas pois as agências exigem pagamentos mínimos na contratação do programa e as vezes os estudantes precisam recorrer a este tipo de crédito.

Ao mesmo tempo que é o tipo de financiamento mais fácil, pode ter taxas mais altas e pode não estar disponível a todos. De qualquer forma é uma alternativa para financiar seu intercâmbio.

#2 – Refinanciar ou Hipotecar sua Casa para Pagar o Intercâmbio

Um tipo de crédito muito pouco conhecido e utilizado no Brasil, é o Home Equity. Fora do Brasil, em especial nos Estados Unidos, é muito comum refinanciar seu imóvel para conseguir realizar outros sonhos, é a famosa “hipoteca”.

Como funciona na prática?

Caso você ou alguém próximo já tenha um imóvel, você pode ir até um banco e solicitar uma proposta de crédito nesta modalidade. Supondo que seu intercâmbio vai ter um investimento de R$ 40 mil, o banco vai utilizar a sua casa como garantia para o empréstimo. A parte interessante deste crédito é que o parcelamento pode ser em até 240 vezes. Isso mesmo, você pode pagar em ATÉ 20 ANOS!

Ao mesmo tempo, existem outras duas condições: o valor a ser financiado precisa ser de no mínimo R$ 30 mil.

Por fim, e ainda mais importante é que a opção com a menor taxa do mercado para financiar seu intercâmbio.

Como Pagar Intercâmbio - Comparativo de taxas de financiamento - Fonte BC Set-2021
Como Pagar Intercâmbio – Comparativo de taxas de financiamento – Fonte BC Set-2021

É até estranho que este tipo de crédito não seja divulgado no Brasil, pois realmente é uma forma interessante de utilizar seu patrimônio para pagar menos no seu crédito e realizar sonhos, como o do intercâmbio.

O Santander é um dos Bancos que oferecem este tipo crédito, confira aqui.

Refinancie sua casa e tenha as melhores taxas do mercado para financiar o sonho do seu intercâmbio.

#4 – Refinanciar seu Carro para seu Intercâmbio

Outra forma de usar seu patrimônio é refinanciar seu veículo. Talvez você já tenha pago boa parte do financiamento do seu carro, mas é possível negociar com o banco para estender o prazo, ou então para refinanciar o veículo e ter uma grana na mão na hora.

Neste caso, tanto os prazos quanto os valores do crédito são menores. A taxa do crédito que veículos também é maior que a do Home Equity.

Usar seu carro para Financiar seu intercâmbio
Usar seu carro para Financiar seu intercâmbio – JESHOOTS.com no Pexels

#5 – Financiamento Estudantil para estudar no exterior?

O Financiamento estudantil oferecido pelo governo (FIES) e também os privados tem foco em financiar o estudo em faculdades privadas no Brasil. Ou seja, infelizmente não é uma opção para financiar o intercâmbio.

Parcelar seu intercâmbio

Outra opção, parecida mas bem diferente, é parcelar seu intercâmbio. A diferença entre financiamento e parcelamento é quem é o responsável por administrar a sua “dívida”. No caso do financiamento, quem vai te emprestar dinheiro e cobrar os pagamentos será o banco contratado. No caso do Parcelamento o responsável é o vendedor do curso, ou seja, a agência.

#6 – Intercâmbio Parcelado no Boleto

A opção mais comum de parcelamento de intercâmbio nas agências é o Boleto. Neste caso, normalmente as agências exigem que você tenha pago todo seu programa de estudos até a data de embarque. Isso é necessário pois a agência precisa pagar a sua matrícula para a escola antes do início das aulas.

Visto isso tem duas formas principais de parcelar seu intercâmbio no Boleto:

  • Parcelamento em partes iguais: Algumas agências fazem parcelamentos em 12, 18 e até 24x em que você paga fatias iguais a cada mês
  • Parcelamento em partes em função do avanço das etapas: Diversas agências cobram uma entrada de 20 ou 30% e depois vão cobrando o resto conforme você avança (ex. tira o visto, compra a passagem, realiza a matrícula e embarca).

Neste segundo caso, as vezes uma das parcelas fica muito grande e o intercâmbio usando um empréstimo pessoal ou parcelando o resto no cartão.

Ah, as agências muitas vezes não cobram taxas para parcelar no cartão, porém, se você negociar para pagar a vista é bem provável que consiga um desconto.

#7 – Intercâmbio Parcelado no Cartão

Financiar o Intercâmbio com Cartão de Crédito
Financiar o Intercâmbio com Cartão de Crédito – Mikhail Nilov no Pexels

Principalmente para intercâmbios de menor duração ou para pagar a última parcela do boleto, muitos estudantes recorrem ao parcelamento no cartão de crédito.

Como isso é liberado direto na maquininha do cartão é a opção mais disponível entre as agências de intercâmbio. Ao mesmo, também é provavelmente, a opção mais cara para parcelamento.

Ah… Não se iluda, mesmo que você ganhe milhas, certamente você estará pagando mais taxas do que ganhando com as milhas. Ganhar milhas no cartão vale a pena apenas para pagamentos a vista e se você não tiver nenhum desconto por pagar com outro método.

De qualquer forma, pagar com cartão de crédito é mais uma forma de financiar seu intercâmbio, seja uma parte ou o todo.

Pagar seu intercâmbio a vista

A forma de conseguir melhores negociações em qualquer caso é fazer um pagamento a vista, seja para comprar intercâmbio, um sofá, um carro ou uma casa. Desta forma, se você tiver melhor para fazer isso, certamente vai conseguir um preço melhor.

Ao mesmo tempo, sabemos que ter dinheiro para pagar pelos sonhos a vista é privilégio para poucos no Brasil. Muitas vezes vale a pena financiar para conseguir realizar seu projeto de vida, assim como fazemos com carro e casa.

Bom, vamos às formas de financiar seu intercâmbio à vista!

#8 – Vender seu carro

Quando eu fiz meu intercâmbio, meu carrinho véio de guerra foi que pagou por 70% dos meus custos. Eu tinha um apego enorme, o carro também tinha sido um dos meus sonhos até aquele momento. Porém, era momento de praticar o desapego e ir realizar o meu próximo sonho que era o intercâmbio.

Vender meu carro para fazer meu intercâmbio foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. O carro fez parte de algumas experiências importantes da minha vida, mas nenhuma delas comparada à estudar no exterior 🙂

#9 – Vender outros bens

Sabe aquela bicicleta, aquela jaqueta, aquele instrumento musical que você tanto usou, tem apego emocional, mas que na prática não faz mais parte da sua vida?

Pois é, a gente vai acumulando coisas ao longo da vida e elas vão estragando no armário e no porão. Será que não tem algumas delas que podem ajudar a financiar seu intercâmbio?

#10 – Fazer rifas

As pessoas que a gente ama e que amam a gente adoram nos ajudar a realizar nossos sonhos. Por isso, fazer uma rifa pode ser uma ótima ideia. De novo, pode ser com alguma coisa que você tenha guardada que as pessoas possam querem, pode ser com algum produto legal (Tipo uma bicicleta ou videogame) ou então com parte do dinheiro arrecadado.

Rifas para Pagar pelo seu intercâmbio
Rifas para Pagar pelo seu intercâmbio – Jerry Kimbrell from Pixabay

O importante nesse caso é ser criativo e ter cara de pau para falar com seus amigos e familiares queridos. Sua vergonha de pedir ajuda é maior ou menor do que seu sonho? 🙂

Planejar seus custos na vírgula e economizar

Por fim, em todos os casos de financiamento do seu intercâmbio, tratar seu dinheiro com seriedade e controlar os gastos na vírgula é o caminho para realizar seus sonhos.

Desde que eu era estagiário com uma renda mínima, até hoje com uma carreira estabelecida, eu controlo todos meus gastos, inclusive cada centavo nas minhas viagens. Saber quanto você gasta em lazer, alimentação, educação e quanto está sobrando para realizar seus sonhos é importantíssimo para você cortar aquilo que é possível e acelerar os resultados.

Intercâmbio Gratuito: Existe ou é a espera eterna por um milagre!

Já falei muito intercâmbio gratuito aqui, porém vale falar sobre isso novamente para quem está buscando formar de financiar seu intercâmbio. Em resumo, estudar gratuitamente, tem dois caminhos: a sorte ou o empenho muito dedicado.

Primeiro, falando sobre a sorte. Vira e mexe rola alguma promoção, em especial nas feiras de intercâmbio. Muitas vezes você ganha apenas o curso, o que ajuda, mas não resolve. Ao mesmo tempo, eu não recomendaria você deixar seu sonho na mão da sorte. Por isso, se você vir uma promoção, sorteio e tal… Mas sabe que isso pertence ao acaso, então continue se planejando e se empenhando para financiar seu intercâmbio.

A outra forma que falei para você conseguir um Intercâmbio efetivamente gratuito, com tudo pago, é se empenhando MUITO! Vou dar um exemplo de uma pessoa pública que sempre fala da sua trilha de educação e do seu intercâmbio nos EUA, mais especificamente em Harvard. Essa pessoa é a deputada Tábata Amaral, que cresceu em um bairro pobre de São Paulo, mas conseguiu uma bolsa integral em Harvard.

E não foi porque ela é muito inteligente, é porque ela foi muito empenhada durante todo o processo: estudou muito a vida toda, se inscreveu nos processos, pediu ajuda e tudo mais. É resultado de um esforço disciplinado por muito tempo. Ah, não dá esquecer o apoio psicológico da família, que é fundamental também!

Existem bolsas de intercâmbio no exterior oferecidas por empresas e pelo governo brasileiro, assim como pelas próprias universidades no exterior. Entretanto, esse tipo de intercâmbio gratuito não é para qualquer um, é para quem se dedica a estudar muito e ir atrás das oportunidades até o fim!

Ah… para não dizer que não falei de flores: sempre vai ter aquele que vai pensar “mas ela é super inteligente, acima da média”…. Hmmmmm, tendo a discordar que quem consegue isso seja mais inteligente que esforçado. Recentemente li um livro, chamado Outliers (Fora de Série) e através de vários estudos e análises percebe-se que a inteligência (QI) é importante, mas não é determinante, nem mesmo entre os ganhadores de prêmio Nobel, por que seria para você? 😉

E aí, já sabe como vai financiar seu intercâmbio?

Pagar pelo seu sonho de estudar no exterior não é fácil, afinal os programas de intercâmbio podem ter valores elevados. A minha mensagem final aqui é para que você não desista do seu sonho, seja criativo e utilize todas as ferramentas disponíveis para financiar seu intercâmbio. Fale com a família, fale com os amigos, procure as agências e os bancos para ver qual a forma que mais se adequa ao seu perfil 🙂

Partiu Intercâmbio? Preencha o formulário abaixo e fale com diversas agências de uma só vez. Receba várias cotações e destinos e prepare-se para embarcar!