Planejamento minha próxima viagem: Passo #9, Retirando um carro alugado

Logo na saída da aduana na Costa Rica, tem os guichês das locadoras. Fui lá, reservei previamente, tinham meu nome e o atendente me deu uma etiqueta e pediu para esperar do lado de fora.

Em 1 minuto (literalmente) chegou a van que nos levou até o estacionamento da Locadora, uns 10 minutos dali. Chegando lá surpresinhas…

Normalmente, ao alugar um carro eu pego apenas o seguro para terceiros (Liability), pois tenho cartão de crédito platinum que dá de cortesia o seguro CDW (Collision Damage Waiver, que protege o próprio veículo). Se você por um acaso tem algum acidente, teoricamente, a operadora do cartão (Master, Visa, Diners etc.) cuida de todo o processo.

Primeira surpresa: O atendente me fala que na Costa Rica é diferente, eles descontam do seu cartão em caso de acidente, e você que se vira com a operadora. Tentei ligar para minha operadora e não consegui – tentei o fixo da loja, tentei do meu Skype e não consegui.

Decidi seguir com o que tinha de reserva que era de US$198. Para fazer a reserva o primeiro passo era uma pré-autorização de US$2000.

Supresa 2: meus cartões, mesmo com limite, não aceitaram. (Depois minha mãe falou que ligaram lá na casa dela me procurando…. E no meu celular ninguém ligou.)

Tentei ligar para meu banco desta vez. Nada novamente.

Os seguros que o preço faziam sentido, exigem uma coparticipação, tanto para o carro da locadora quanto para carros de terceiros. No fim, acabei então escolhendo um seguro intermediário, que custou a reserva de 10 dias US$360 (quase o dobro do original). Esse era o cenário mais barato para esta situação em que eu não conseguia fazer a pré-autorização de US$2000.

Depois de me falar que tudo era super arriscado e carro na Costa Rica é caríssimo o atendemente me fala:

– Mira que surte, tu tendras un Upgrade, un carro mayor!

E eu quero upgrade? Me dá o mais barato pelo amor de deus, vai que dá uma zica!!!

Enfim, depois disso, saí com o carro e tudo foi bem… Valeu a pena o carro, mesmo com o trânsito infernal de San José!

Estrada no interior da Costa Rica
Estrada no interior da Costa Rica

 

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *