Stop over, quando devo fazer?

Muitas vezes ficamos tentados a ficar uns diazinhos no local da conexão do nosso vôo (o famoso stop over), mas para mim, nem sempre vale a pena. Abaixo, enumerei algumas perguntas e poderações para avaliação se vale a pena ou não dar aquela paradinha…

Por prioridade, pense no seu stop-over:

1 – Quanto tempo você vai ficar no seu destino final?
Se for ficar muito tempo em um mesmo local, vale a pena pensar. Se for fazer intercâmbio então (em que a estadia normalmente tem mais de 30 dias), não resta dúvidas, planeje seu stop over para a ida ou a volta.

2 – Quanto sua paradinha prejudicaria seus passeios no destino final?
Esta avaliação tem a ver com a de cima. Se você tiver pouco tempo no destino final, fatalmente qualquer ‘atraso’ na chegada vai prejudicar os planos no destino final.

3 – Tem algum benefício que o local oferece, que o destino final não tem?
Por exemplo, se você estiver indo para um Resort, e tiver uma conexão com possiblidade de compras, por que não aproveitar? Se está indo para uma temporada nas montanhas, por que não parar um ou dois dias na ida se a conexão for em uma cidade praiana maravilhosa.

Outlet no Japão
Outlet no Japão

4 – Você já conhece o lugar da conexão?
Se conhece a conexão, vai parar para que? Compras? Visitar um amigo? Um restaurante sensacional?… Ai pode ser, se não, para quê?

5 – E o destino final? Conhece?
Quiçá a sua viagem é para um lugar repetido e a conexão é um lugar diferente… aí né, já que.. hehe

6 – O local da conexão, é um lugar comum ou exótico?
Se for exótico, no qual você provavelmente não voltará tão cedo, vale pensar em um stop over também.

7 – Você tem pretençôes de conhecer este lugar em breve?
Se este é um país que você pretende conhecer um dia, ou está nos planos para um das próximas viagens, eu só pararia por alguma das razões acima.

8 – O país / cia aérea oferece benefícios para o Stop Over?
Alguns destinos que são escalas comuns, oferecem benefícios para quem trocar a sua simples conexão por um stop over. Vale a pena pesquisar, e se fizer sentido visto os tópicos acima, pode até fazer você mudar de Cia aérea para aproveitar o benefício.

9 – Tem algum benefício de fuso horário se der uma paradinha?
Por exemplo, talvez você tenha uma conexão curta, mas vai chegar em um local fuso de 12h de diferença no final do dia. As vezes pode valer a pena pegar uma conexão mais longa ou um stop over, e viajar no dia seguinte ou outro dia, já se adapta ao fuso, e descansa ou conhece um lugarzinho novo. Ah, ainda tem aqueles lugares que tem te dão de lambuja uma noite, aí é só alegria. Fiz isso em Dubai, tinha escala de 10h, ganhei a estadia e descansei já me adaptando ao fuso do destino final, o Vietnã.

Aeroporto na República Tcheca. Que tal um Stop over em Praga?
Aeroporto na República Tcheca. Que tal um Stop over em Praga?

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *