Roteiro de Viagem – 10 dias no Panamá

A princípio até para mim que gosto de desbravar lugares diferentes, Panamá parecia um destino limitado, que só teria o Canal como atração interessante, ao começar a pesquisar um pouco mais, percebi que poderia ser um destino completo, com atrações urbanas, naturais – praia e campo, e, por que não, para compras.

Por que decidi ir ao Panamá, antes de tantos outros destinos possíveis? Foi por uma questão de conveniência pessoal, mas, vendo tudo que vi, realmente é um lugar que merece um visitinha hehe…

Foi então que fiz, com um custo aproximado de Custos da viagem ao Panamá.

Dia 1 – Cidade do Panamá: Chegei as 7 da manhã em um voo da Copa Airlines e aproveitei o primeiro dia basicamente para conhecer o Canal do Panamá. O passeio todo dura cerca 3 horas e custa US$8/ pessoa, para acessar os mirantes das eclusas de Miraflores e um Museu que conta um pouco mais da história e funcionamento. No final do dia (17h), tinha um voo para Bocas del Toro pelo aeroporto de Albrook com a AirPanama.

Eclusas de Miraflores, Canal do Panamá
Eclusas de Miraflores, Canal do Panamá

Dia 2 – Bocas del Toro: Programei ficar 3 dias que incluia a noite de Natal e aproveitei fazendo os três tours que me pareceram os principais; Playa Estrella (Bocas del Drago), Zapatilla (o mais legal) e Red Frog Beach. O ponto alto para mim foram as comidas, que por um preço justo (US$15/pessoa), come-se muito bem. Ficaria, porém, dois dias se tivesse que refazer a viagem.

Dia 5 – San Blás: As 5h da manhã o 4×4 da agência Panama Travel passou para nos buscar e levar até o porto de Carti, onde pegamos um barquinho até a ilha Kuanidup para passar 2 dias. O lugar é cinematográfico e tudo é muito rústico cuidado pelos índios Kuna Yala, perfeito para se desligar um pouca dessa vida capitalista moderna!

Relaxando no coqueiro em San Blás, Panamá
Relaxando no coqueiro em San Blás, Panamá

Dia 7 – Cidade do Panamá: Depois de sair às 8h da manhã de Kuanidup, visto atrasos na saída de Cartí, fomos chegar no Hotel quase 14h – previsão era para chegar às 12h . No final da tarde aproveitamos para conhecer o simpatisíssimo Casco Viejo e também subir o Cerro Ancón, que ficam próximos.

Dia 8 – Cidade do Panamá: Pela manhã, passeio pelo Panamá Viejo (ruinas). No almoço fomos ao Albrook Mall checar os preços pós Natal e não encontrei nada demais. Uma coisa ou outra vale a pena, mas nada comparado a um Outlet americano ou a Amazon.

No final do dia, aquele passeio pelo Amador Causeway. Muito bom para ver o por do sol, tomar alguma coisa e passear de bicicleta. Para fechar, ainda tem um Duty Free na última ilha, com preços interessantes – nada maravilhoso, porem para óculos e relógios, melhor que o Albrook Mall.

Amador Causeway, Cidade do Panamá
Amador Causeway, Cidade do Panamá

Para terminar, jantar na praça Simon Bolivar no Casco Viejo.

 

Dia 9 – Aluguei um carro e parti para Colón (Uma hora), o outro lado do Canal do Panamá. Visitei as Eclusas de Gatun (US$5/pessoa) que é muito parecida com Miraflores só que menos tumultuada e com vistas mais próximas, achei uma excelente alternativa. Depois, dirigi até a Zona Livre que é imeeeeeensa e tem várias lojas com marcas famosas a ótimos preços. Por fim, pilotei um pouco mais, 40 minutos até Portobelo para ver a ruinas e o pôr do sol. De lá, de volta a Cidade do Panamá.

Zona Libre, Colón - Panamá
Zona Libre, Colón – Panamá

 

Dia 10 – Voo era às 11:46. Basicamente foi tomar o café da manhá e partir para o aeroporto – onde há muuuuitas lojas Duty Free, mas que o preço é apenas ok. A dica aqui é que só o táxi do centro até Tocumen Airport é cerca de US$30. Como aluguei o carro, no dia anterior, com um diária só consegui economizar este táxi, pareceu bom negócio. US$ 61 carro com GPS + US$22,50 de gasolina.

Com um ou dois dias a mais, teria passado dois dias em Boquete, região montanhosa com passeios de aventura (ex. Rafting e arborismo) e um vulcão.

Quer uma ajuda para organizar seu roteiro de viagem? Preencha o formulário abaixo e fale com agências de viagem parceiras do Intercâmbio & Viagem!

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *