Meu Intercâmbio de Negócios na Holanda, mais do que uma viagem

Há alguns meses eu decidi fazer um intercâmbio de negócios na Holanda, mais especificamente em Amsterdã. O destino, a priori, era outro, San Francisco. Quis o destino me levar de volta para este lugar que eu tenho uma conexão quase transcendental – desde de criança sou torcedor da Laranja Mecânica.

Há algum tempo eu queria respirar novos ares, para expandir novamente meus horizontes. A decisão foi por fazer um “intercâmbio de negócios” totalmente por conta.

Além do blog, atualmente atuo como Gerente de Produtos no ambiente de serviços e tecnologia. Eu queria algo que conectasse e fortalecesse ainda mais estes dois mundos.

Foi aí que veio a decisão, o plano… (update – veja aqui como foi)

Um pouco mais sobre meu plano maquiavélico!

Quando entrei na nova empresa, negociei uma semana de férias que seria especificamente para este fim: fazer um intercâmbio de negócios, me aproximando do ambiente de tecnologia e startup em outros lugares, mais avançados que o Brasil neste quesito.

A escolha óbvia seria San Francisco, mas por questões logísticas, fui levado a procurar um lugar na Europa. Descobri então que Amsterdam era um dos principais polos de tecnologia e Startup na Europa com HQ e escritórios de grande notoriedade como Booking.com, Uber, KLM e OLX.

Um fator importante para minha escolha foi também os cursos que encontrei na data que eu tinha disponível. Procurei opções em Customer Experience (CX), Desenho de Serviço, Gestão de Produtos, Design Thinking e Marketing Digital.

Em Amsterdã, há algum tempo, eu já tinha especulado o curso de Growth Hacking (estratégias de Marketing Digital para crescer um negócio), da Growth Tribe. Um investimento alto, curso de apenas dois dias, mas que vai muito além do seu conteúdo em si.

Ele faz parte do meu plano de viagem e do meu plano de vida….

Contemplando Begijnhof, Amsterdam
Contemplando Begijnhof, Amsterdam

A parte mais valiosa, certamente, será interagir com as pessoas durante e após o curso. Vislumbrar novas possibilidades.

Os outros três dias deste meu mini “intercâmbio de negócios” será dedicado a fazer conexões.

Foram meses procurando Meetups e cursos interessantes.

Foram muitas mensagens de conexão no Linkedin para agendar um “café” de troca de experiências.

Esta segunda empreitada, em especial, muito gratificante.

Muitas mensagens, poucas respostas, como era de se esperar. Aprendi muito nesta jornada e fiquei muito feliz com as respostas das pessoas. Simpáticas e elogiosas, tanto aquelas que aceitaram quanto as que declinaram meu convite por uma razão ou outra.

Minha agenda está feita, mas ainda aceitando mais café (afinal, café nunca é demais)! Viajo feliz para este intercâmbio na Holanda.

O que eu espero deste intercâmbio na Holanda?

Aprender.

Tão simples quanto isso.

Mas aprender no sentido Lato da palavra.

Cada mini curso, Meetup e cafezinho será uma experiência que quero buscar a imersão completa. Quase todas pessoas que vou encontrar, estão conectadas a mim por um daqueles temas de interesse que coloquei (CX, Product Management, Tecnologia etc.), então isso poderia me dar a ilusão de “prever” o que vou aprender.

O fato é que cada conversa, cada pessoa, cada vigem, nos traz surpresas, coisas inesperadas, momentos de epifania.

E é por isso que eu viajo.

E é por isso que quero sentar à mesa com pessoas inusitadas.

É por isso que eu quero, também, participar de meetups e falar sobre assuntos que eu nunca falei.

#10anosdeintercambio

Embarcando para Amsterdam, Holanda
Embarcando para Amsterdam, Holanda

Criei a Hashtag #10anosdeintercambio no Insta e Face, não a toa… No fim de semana passada, no litoral paulista, percebi que faziam exatos 10 anos que eu tinha voltado do meu intercâmbio na Irlanda.

Dia 17/fev.

Passaram os melhores momentos deste longa metragem de 10 anos. Como eu mudei. Como a vida foi boa comigo. Como sou grato.

Como sou grato ao intercâmbio em si, que me abriu a cabeça e permitiu tantas novas possibilidades.

Por acaso, eu tinha marcado um novo intercâmbio, na semana que completei 10 anos da volta da Irlanda.

Quem me conhece, sabe. Não sou supersticioso, nem religioso. Mas 10 anos é uma vida! Há 10 anos minha sobrinha não existia! Há 10 anos o Homero que existia era completamente outro… Talvez não tivesse a coragem de se jogar no desconhecido inofensivo e tão valioso de um cafezinho com um “estranho”.

Tolo!

Por isso escrevo no Intercâmbio & Viagem… Por isso incentivo tanto as pessoas a viajarem para o exterior, para estudar ou passear mesmo.

Cada embarque de um conhecido ou de alguém que passou pelo I&V, é uma vitória pessoal. Uma satisfação que vem da crença profunda de que se as pessoas conhecessem melhor a visão do outro, teríamos um mundo melhor!

Viaje! Aprenda!

Pronto para seu intercâmbio? Faça como milhares de pessoas, preencha o formulário abaixo, receba diversas ofertas de nossos parceiros e compare opções.

Homero Carmona

Blogueiro desde 2008, ano em que fez seu primeiro intercâmbio e começou a viajar por aí! Atualmente coleciona mais de 40 países no seu passaporte e sonha conhecer todos os 200 e poucos por este mudão a fora... Seu hobby é fazer com que mais gente viaje, todo dia, cada dia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *